sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Pai: uma das causas do meu T.A.

Conversa que tive com a C* via chat:


Thalita:
eu não apago histórico, não uso navegação privada, leio os blogs com gente perto...
Na casa dos outros que não leio os blogs, nem no privado mas aqui em casa... às vezes vejo algum blog e tem a foto de alguma garota e minha mãe pergunta que garota é aquela.
Minha mãe acha que quero fazer moda, vê se pode! hahaha

C*: eu acho incrível a cegueira dos seus pais, como eles nao sacaram q vc tem anorexia, até hj, ainda mais com estas paradas respiratórias q vc teve
Vc é MUITO magra
Muito além do normal
Suas fotos tão assustadoramente magras


Thalita: como a Tati Alves já me disse, ela e muitas meninas acham que moro sozinha

C*: nao é possível que seus pais nao vejam isto
Me conta um pouco deles, como é isto
Como é esta relação? Eles te ignoram eh isso?


Thalita: eu mal falo com eles

C*: me conte um pouco desta história, se vc não se importar

Thalita: meu pai é alcoolatra e vive arrumando briga na rua
As pessoas do bairro o conhecem assim
Embora ele seja trabalhador (é eletricista, encanador, pedreiro, mestre de mão de obra, pintor...) mas autônomo mas a renda dele supre as necessidades daqui
Ele é muito revoltado com tudo, até se vc respirar ele reclama do modo que vc fez isso
É aquele típico brasileiro ignorante sabe, com preconceito de tudo, de gays, de negros, de religiosos, de música etc
Ele diz que não é mas eu sei que é


C*: de negros? Que estranho
bem continue]


Thalita: minha familia é misturada (qual brasileiro não é?) mas... explicando em termos, é como se minha familia fosse branca e eu preta, hahaha
É chato pq eu já sofri preconceito na rua, na escola, de todo e pior modo possível e chegar em casa e meu pai falar sobre "neguinhos" que ele viu na rua
Tbm tem aquela mentalidade limitada de que mulher tem que cozinhar, limpar a casa para o marido etc....
Eu NÃO cozinho e não pretendo depender de ninguém
Aliás, qualquer coisa diferente pra ele é errado


C*: sei

Thalita: pra vc ter uma ideia, se eu aliso meu cabelo ele me xinga de tudo
Mesmo o cabelo sendo meu, a chapinha minha, comprada com o meu dinheiro


C*: entendo. E sua mãe?

Thalita: ela sofre com as merdas que ele diz mas nada faz
E desconta nos filhos as frutações dela
Ela tem 5 filhos e não parece, tem 40 anos
É claro, agora, 40, ganhou algum peso mas não tem marcas de gravidez sabe?
Se meu pai não estivesse aqui seria melhor
Ele não bate e nem é capaz de bater numa mulher, mas xinga minha mãe de tudo: de piranha, puta etc...


C*: e todos seus irmãos são magrinhos?

Thalita: tenho um de 22 anos que é, bem magrelo
O resto é "normal"

C*: sei
Pergunto isto pq ela pode não ver sua doença por conta disto


Thalita: como meu pai faz muita merda, xinga a todos etc sei que fui me fechando, parte do meu T.A. sei que é culpa dele

C*: seus irmãos não veem sua doença?


Thalita: tenho uma irmã que acabou de fazer 18 anos e viajou, tá aí pelo brasil
Meu pai xinga muito ela
Xinga de puta, diz que dá pra qualquer um, que é a piranha que dá pra maconheiros etc

C*: nossa


Thalita: ela desde os 12 me diz "to louca pra fazer 18 e ir embora"
Ela tá viajando mas sei que logo vai embora
Eu to louca pra sair daqui tbm
A casa é ótima, grande, tenho de tudo mas PAZ não tenho

Ela deve ter uns 50kg e alguma coisa, tempo que não a vejo
Pra vc ter uma ideia, houve um tempo que minha irmã deu uma engordada
Normal, adolescente né, corpo mudando...
E meu pai a xingou MUITO
Eu via ela triste, chorando sozinha


C*: nossa

Thalita: passou 1 ano escutando ele a xingar, dizer que era gorda, que era feia, que nenhum homem ia querer ela enfim... atrocidades né
Aí ela recuperou mas é normal, o que eu, doente, considero "cheinha" hahaha, mas é saudável sim

C*: nossa, que bom que ela nao se tornou nem obesa e nem ana


Thalita: pois é! Sorte dela
Mas a vida toda fui ana, sei que quando fico muito triste (muitas vezes devido a merdas ditas pelo meu pai) eu fico sem comer
Quando as pessoas se entristecem podem vir a comer em excesso ou não
E eu sempre fiz exercicios, muitos! Não é normal uma criança de 10 anos fazendo abdominal feito louca

Só restringi a alimentação a um tempo atrás, pois sempre comi direito, por isso que se eu disser a alguem "sou anoréxica" vão rir

C*: entendi
Há quanto tempo vc restringe a alimentação? E como seus pais pararam de se importar de vc comer?

Thalita: há uns 4 anos
É, 4 anos

C*: e eles nunca te encheram pra comer?

Thalita: antes disso comia e me exercitava sem nem saber o porque
Já me encheram mas agora nem insistem mais
Meu pai me enche mas não é comigo, é pq ele acha "Vc tá seca, parece um esqueleto, toda chupada, feia, o que os vizinhos vão pensar, que vocês passam fome aqui em casa"
Ele sempre diz isso
Ele não se importa realmente, se importa mais com a imagem que passa nas ruas
Meu pai lembra o Homer Simpson, todos do bairrro conhecem

===================================================

Não sei "o" motivo do meu Transtorno Alimentar mas sei que meu pai me influenciou. De tanto ver o blog da Nortenha e os conflitos do pai dela resolvi fazer esse post.
Muitas vezes a própria família faz com que os filhos venham a ter transtornos mas não conseguem identificar a tempo, muitos identificam quando já é tarde.
Não falo com minha mãe do meu T.A. pois não sou chegada a ela ou a família, sou uma pessoa bem fria e minha depressão me ajuda a ser assim.
Outro fato importante é eu ter depressão e crises suicidas desde criança, acham que meu pai tbm influenciou a isso?

Rejeição do corpo > Anorexia > suicídio > depressão > motivo?

Só quero saber o motivo, estou quase lá. Ou será genética? Muitas anoréxicas já tem tendências a anorexia desde sempre...

Quem puder me ajudar e comentar agradeço ^^
Bjs

24 comentários:

  1. Olá, Thalita, noto cada vez mais o quanto me encaixo e o quão a minha vida é parecida com a tua. Eu odeio o meu pai, sei que é errado, desde pequena vi o quanto ele é ciumento e possesivo, e com ideias ignorantes dele. Aí eu brigo com ele, brigo muito, ele odeia gente magra, só pega no meu pé, e quando eu falo em voz alta que eu nunca vou aceitar aumento de peso, ele faz ceninhas, ele acha que eu estou curada, que eu sai do hospital me curei e agora vou engordar. Nunca gostei dele, e isso vem desde a minha infância, só que ele sofreu muito na dele, nem ligo, eu brigo pelo minha opinião. No hospital era horrível ele queria trazer chocolates e eu gritava tanto na frente dos médicos, ele não me ajuda, não me compreende, mas aí vem o ponto principal: Sabe, eu não suporto ele, porém eu tento contar até dez, maioria das vezes não dá certo, mas eu conto, respiro e penso que um dos principais focos meus é o corpo. Ontem quase chorei quando ele voltou com aquele jeito dele, aí eu briguei, briguei e briguei, pensei em chorar, mas não valia a pena. Acredito que a minha anorexia foi sim influenciada por ele, sempre o vi criticando deus e o mundo aí, ele era o rei, os outros eram os errados, aí eu como eu era pequena acredito que entrou na minha mente dizendo 'Você precisa ser perfeita' aí eu vi que não era perfeita o suficiente e emagreci, apesar de sempre ter a mente anoréxica.
    Boa sorte com o seu pai, velha dica: Entra num ouvido e sai no outro.
    Beijos (307)

    ResponderExcluir
  2. nossa, ver a sua conversa foi realmente muito impressionante.. sei bem como é essa coisa de ser ignorada pelos pais, eu também sou a maior parte do tempo, posso acessar qualquer blog aqui, deixar tudo aberto, sem problema nenhum, minha mãe me vê as vezes chorando, vendo videos, com certeza ela também vê os cortes do meu pulso sangrando, ela vê o sangue nas toalhas dela, e nem liga, prefere me deixar de lado assim ..
    Você é uma guerreira ein, muito guerreira mesmo!
    Você mora com seus pais ainda, mas pretende sair de casa mesmo.. ou até já se 'acostumou' com isso ?
    se cuida, beijos ;*

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Seus posts sempre me surpreendem, porém esse em particular mexeu comigo., bem lá no fundo!! A verdade é que os filhos são o espelho dos pais. Neles refletem tudo que há de bom e de ruim. A questão é que para os pais, em sua grande maioria, tudo isso passa imperceptível. E isso reflete na vida dos filhos, para sempree!! E cada filho reage de uma forma. Essa é sua maneira, inconsciente ou consciente, de expressar tudo isso, todo esse sofrimento.
    Vc pode ter predisposição para a anorexia que, em conjunto com sua genética e outros fatores da vida cotidiana, formam o T.A. Pelo menos comigo sei que é isso que acontece...
    Eu espero, de coração, que vc consiga superar todas essas dificuldades, que vc vença. Te acho linda e super inteligente. Amo seus posts pq vc escreve bem e isso faz bem aos meus olhos.
    Chegará uma altura de sua vida que vc se cansará de procurar culpados, e o foco será somente vc e seus problemas. Pq no fundo mesmo ngm está nem aí, quem sofre somos nós! Sempre1 Acredite, sinto e já senti isso na alma.
    Te adoro! ótimo fds! beijos enormes!!!

    ResponderExcluir
  4. Ual! li o post inteiro, hum nem sei por onde começar direito....
    Eu ja passei por varias complicações familiares, minha mãe me chegava e me criticava por tudo tbm, meu pai era ausente, meu irmão me ameaçava de morte pois tinha q descontar em alguém....n tinha amigos, por estudava em um colégio de patricinhas e todas me odiavam pelo meu estilo meio largado...dentre muitas outras coisas... obvio q entrei em depressão, ja tentei me matar 3 vezes e 2 delas eu fui parar no hospital... depois da terceira me colocaram para consultar com uma psicóloga e me indicaram um psiquiatra... desde então tomo remédios anti depressivos, no que sou um pouco viciada... quando eu tomo,fico normal... alegre e tal... mas quando n tomo... vixxxx!Por causa da depressão adiquiri uma doença auto-iconológica, eh difícil explicar e a história eh longa... por isso tomo remédios injetáveis todo dia....
    Não quero fazer comparação com seus problemas, muito pelo contrario... cada pessoa passa por cosias diferentes e ninguém realmente entendera oq ela esta sentindo de verdd. Só quero mostrar que as coisas podem melhorar sim... por milagre(apesar d n acreditar em deus) minha família hj em dia parece akelas de comercial de margarina, tirando meu irmão q ainda culpa meus pais por todos os problemas da vida dele e meu pai q continua um pouco ausente...mas do resto n posso reclamar... mudei de colégio, agora tenho amigas q se preocupam comigo, tenho um namorado, não me queimo, furo ou me corto mais...realmente tudo melhorou MUITO
    So quero dizer, para n desistir da vida, pq ela esta te guardando coisas incríveis q concerteza virão! Você vai acordar um dia de manha, respirar fundo deitada na cama e poder dizer sinceramente “eu sou feliz” sem ter motivos específicos... Vai olhar para traz e ver q todo esse pesadelo passou...Tenho certeza, não desista de vc!
    Desculpa pelo comentário enormeee... espero realmente que fique bem
    Bjos da Alê =***

    ResponderExcluir
  5. eh meu amor, que bom q nossa conversa rendeu este tanto de comentário, use sempre nossas conversas quando vc achar necessário...

    depois de anos de terapia eu descobri 2 coisas:

    1) a origem do problema não resolve o problema, mas ajuda a compreende-lo e aí sim a buscar uma solução. cuidado para não por a culpa no seu pai e na sua família e se "desresponsabilizar" (não sei se fui clara)

    2) os problemas só se resolvem com mudança de atitude. já fiz mta terapia e já resolvi mta coisa na cabeça mas o que me mudou mesmo foi a comportamental e agora a sistêmica que faço com a S* pq elas focam em mudanças comportamentais e estas mudanças têm que vir de dentro. gosto mto de freud e jung (le-sse iung) maaas... elas até hj (pelo menos pra mim) só explanaram o problema não resolvera nada de fato... a comportamental me ajudou mto e me ajuda.

    assim como na época q frequentei o NA (narcoticos anonimos) por conta da maconha eu melhorei, alémd e limpa eu me tornei uma pessoa melhor

    e acho aqui meio "NA" meio terapia em grupo, entende? mta gente q passa pela mesma coisa tentando se entender... a diferença eh q umas nao querer sarar e buscam na doença a solução... pra estas eu não tenho paciência... diferentemente de vc que mesmo não comprando as vitaminas que eu digo a meses (ai céis que tia chata kkk) pelo menos me ouve hauhauhauhauha e querendo ou não nossa dor eh igual mesmop sendo hist diferentes

    não desista nunca de ti e de ser feliz

    vc eh demais

    inclusive la na miadrops vc foi mto mais madura q eu tem hrs q eu sou mto mais adolescente q vc oh hauhauhauhauha

    adoro-te

    nao desista

    nao se mate

    vc sempre serah magra e não precisa continuar doente

    depressão cronica tem tratamento e TA tbm depende mais de vc do que da fonte dos problemas

    pense nisto

    bjao minha diva

    ResponderExcluir
  6. Tha espero mesmo que logo vc tenha uma independencia financeira pra poder se mudar.Meu pai é um homem maravilhoso,sabe,mais quando eu morava com ele,eu já cheguei a fantasiar sua morte,eu o odiava,tanto que eu não me mudei,eu fugi de casa.Então no outro dia ele ligou no meu celular,eu morrendo de medo atendi,ele me pediu pra ir em casa,nossa eu acho que akilo foi acoisa mais marcante da minha vida,meu pai pedindo perdão por não ter me dado a vida que eu queria,por já ter me batido,foi ai que ele me disse que as portas de casa sempre iam estar abertas pra mim e me deu uma chave e disse que eu era tudo pra ele.Hoje o homem que eu desejava a morte é a pessoa que eu sou capaz de morrer por ela.Desculpa escrever tanto,e sobre minha vida,mais vc me dá uma seguraça e uma vontade de desabafar.
    Bjos ta meu anjo...

    ResponderExcluir
  7. A causa do meu TA uma parte foi influência da minha família mesmo, quase todos dizendo que eu estava gorda, que se não fechasse a boca eu iria virar um balão.
    Mas enfim, mesmo sem sabermos a real causa, temos que lutar pra superarmos isso, pois merecemos sermos felizes, magras e satisfeitas conosco. Stay strong, linda. s2

    ResponderExcluir
  8. Onw nem sei o q t dizer, só desejo a vc o melhor, espero que logo vc possa sair dai, de coração quero te ver bem...
    Bju magrelinha *-*

    ResponderExcluir
  9. A origem de um T.A. é bem complicada de se identificar e cada pessoa tem uma diferente. A minha no meu caso eu ACHO que é o fato de eu sempre querer ser bem disciplinada, ser perfeita, a filha perfeita. Sempre estudei certinho, passava em todas as matérias, nunca ficava em recuperação, sempre respeitei meus pais e familiares, sempre tive uma ótima relação com minha irmã. Porém, sempre me senti feia e estranha, quando estava em grupinhos de amigas, eu me comparava a elas e sempre me via como a mais feia e a mais desengonçada, pensava que por eu ser assim os meninos nunca me davam bola, tanto que só fui beijar pela 1° vez aos 18 anos.
    Já no seu caso, parece sim que seu pai teve grande influencia no seu T.A. e que essa relação complicada te fez sofrer.
    Enfim, só acho que deves tentar ser feliz do seu jeito, aproveita as oportunidades de estudos que tens, trabalhe e seja independente. Segue sua vida flor!
    Bejuh e ótima sexta!

    ResponderExcluir
  10. Que situação dificil a sua Thalita. É dificil até de comentar, mas enfim, acho que não estamos preparados psicologicamente para ser rejeitados por nossos próprios pais. Eu sinceramente não sei qual a causa do meu transtorno, que não é só alimentar, mas psicologócio, tanto pela sindrome do pâncio que tive e também meu médico me medicou, pois segundo ele, meu afastamento do mundo e as visões que eu tinha (que prefiro não comentar mto), poderiam causar uma esquizofrenia, mais pra frente, então ele resolveu me tratar. Eu tento até hoje descobrir o porque tive tudo isso, e passo em consultas com psicóloga (pelo governo). Vc já passou ou passa por psicologos? Talvez passando, vc possa descoobrir a causa, e se conhecer melhor. Desejo mta força para vc amiga, e que sua situação com seu pai, possa se reverter para melhor. Bjks, e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  11. Que situação pesada, admiraria se você não tivesse algum transtorno ou depressão.Minha melhor amiga tem um pai igual ao que você descreveu, eu não sei como ela aguenta.Aqui todos na família notam quando tem algo comigo, menos meu pai.Ele não acredita que depressão exista, ele acha que "estou triste porque não me exercito o suficiente".Vê se pode?
    O importante é você não guardar as mágoas pra você mesma como eu faço, sempre vai se sentir melhor se abrindo, como faz aqui no blog, mas também com alguém perto de você como um amigo.Muitas vezes não podemos mudar a situação, mas podemos aprender a lidar com ela da melhor maneira.
    Boa sorte e força pra continuar, um beijão <3

    ResponderExcluir
  12. Estamos na mesma flor. Eu vivo tentando achar a causa, a raíz dos meus T.As, mas até agora, nada. :(

    Espero que a relação com seu pai mude, ou que você mude daí em breve para viver sua vida. É horrível sofrer em silêncio.

    ResponderExcluir
  13. Oi,flor
    Lendo seu post eu vi como sua vida é complicada,
    eu não sei como é esse sentimento porque a minha família me
    apoia em tudo ,exceto meu irmão que é um babaca mas ele nunca fica em casa é como se ele não existisse pra mim,e ver que você não tem uma família pra te apoiar realmente dói o coração eu acho que melhor coisa que você tem a fazer é sair de casa ,assim como a sua irmã ,eu sei que é difícil ,que precisa de dinheiro e tudo mais,mas se a sua família está te fazendo tão mal e está te consumindo por dentro,você tem que fazer alguma coisa ,não tem como você morar com alguma amiga?dividir algum apartamento?pelo que eu vejo você nunca vai se sentir bem com o seu corpo ao lado do seu pai,pq pelo que você diz ele sempre te poe pra baixo... e outra você não tem nenhum parente ,uma tia ,uma prima que possa te ajudar?eu acho que no momento você tem que ter alguém ao seu lado ,te apoiando ,conversando ,e às vezes um amigo não é suficiente,às vezes você precisa de alguém de fora ,sabe?tipo um psicólogo que vai ver as coisas de um outro ponto de vista ,eu olhei as suas fotos e eu acho que você já tá no ponto certo,que não deve emagrecer mais,você tá linda do jeito que tá,então tenta continuar assim ,eu espero do fundo do coração que sua vida melhore,que você encontre a paz que você deseja ,por que ninguém merece viver uma vida repleta de infelicidade ,beijos e se cuida :)

    ResponderExcluir
  14. de uns tempos pra cá, bom há um bom tempo, qe eu num me dou bem com o meu pai. É o q minha mae diz, qto mais velho mais chato, nem me irmao suporta mais, pra ele é do jeito dele, igual ao seu, tem precoceito, etc.. eu respondo mt ele, sou mt rebelde, falo alto, mais ele nunca me bate, as vezes ele é legal. Mais com relação a comida, ele tbm se preocupa com os outros sabe, tipo eu tenho uma prima q é genéticamente magra, e qdo ele dar exemplo d magra ele sempre citava ela, esses dias ele falou assim "Eu tanto falei da sua prima qe era magrela, e olha vc ta ficando igual", mais antes d eu começar com tudo, ele sempre dizia " gordinha, cuidado num vai engordar", eu tbm axo q o meu é por familia tbm, meu irmão tbm dizia q eu era gorda, e minha mae era a q menos falava, mais falava.
    Flor vc ta doente isso é fato, tenta conversar com a sua mãe pra procurar uma ajuda, até na sua depressão, tenho certeza q ela vai te entender e vaii te ajudaar,
    Muita força ! se cuiida, bjiinhos

    ResponderExcluir
  15. Oie florzinha
    Meu pai tbm nao é muito fácil de se relacionar, nem com nossos parentes. Quando era mais nova, brigava muito com ele, inclusive pelo fato de eu ficar triste (nao podia chorar na frente dele) e nao comer muita comida. Mas graças a Deus ele nao bebe muito sempre e nossa relaçao melhorou.
    Olha, concerteza os T.As tem influencia genética, biológicas, do ambiente em que vivemos e do nosso psicólogico.
    Também tenho pensamentos suícidas, isso desde 12 anos de idade. Mas acho que com 8 já tinha um pouco de Depressao. Quando tinha 10 anos fiz 1000 abdominais (com aparelho pra isso) em um dia só.
    Li que é muito comum os t.as estarem associados a Depressao e outros transtornos.
    Vc nao acha melhor procurar ajuda??
    Espero que fique bem. Beijos e força!

    ResponderExcluir
  16. Eh eu tbm percebi isso HEUIHIUEHAIUHEUIAHEU
    Não estou te perseguindo ok? HUEIHAUIHEIUAHEH
    Axo que eu me apego muito rápido às pessoas =/

    ResponderExcluir
  17. Não é nada nada fácil o que passas na tua casa também... Ouviste e ouves o teu pai ofender-vos há anos, a criticar... isso mexe com a nossa cabeça mesmo, o modo que nos vemos como se inconscientemente quiséssemos não desiludi-lo. Mas acabamos por absorver os problemas todos em nós mesmas e não sabemos como lidar com a situação. O meu pai, felizmente, não o vejo durante a maior parte do ano. Acho que se enlouqueceria se tivesse que conviver diariamente com ele...

    E obviamente que os pensamentos suicidas têm de partir de algum lado. Não faz bem a nenhuma criança crescer num ambiente agitado como o teu.
    Apesar de toda a tempestade que paira na tua vida, não te deixes é abalar! Pensa que um dia tu vais ter o teu cantinho, vais ser independente e tirarás um peso de cima de ti. Obrigada por partilhares a tua história, foste muito corajosa, é muito difícil admitir-mos que o nosso lar tem muitas fendas...

    Bjinhos :)

    ResponderExcluir
  18. Oi minha princesa...
    A relação que as pessoas desenvolvem com os pais é algo interessante. Seu pai pode ser sim a causa do seu T.A, mas ao mesmo tempo vc tb pode ter o botãozinho.
    É uma coisa tão estranha seus pais não fazerem nada a respeito do teu peso...
    Eu ´cresci em família desordenada, mas não puxada pra violencia, alias, minha mãe tinha tanto medo de violencia verbal que não se casou de novo por minha culpa, ela passou por muita coisa com o padrasto, por causa de violencia verbal... Hj em dia ela é deprimida e tem compulsão por comida. Ela me criou de uma forma em que eu achava que elea não dava a minima pra mim, meu pai morreu pouco antes de eu nascer, então meu Border pode vir do que ela passou ai... Mas o T.A, as vezes parece que vem pelo o que passei na vida... Junta uma doença que te deixa sensivel e momentos que te fizeram querer nunca ter nascido.
    Mas, de fato, a maioria das garotas com T.A's tem problemas com a familia... Tanto que a depressão é uma constante e muitas tem problemas como bipolaridade e borderline...

    O cérebro humano é algo muito complexo... As vezes guardamos coisas que nem sabemos. E quando se passa por coisas como a que vc passa em casa, as coisas se acumulam.
    Sei que não ajudei, mas é o pouco do que eu tenho pra falar sobre isso...

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. É amiga familia é um caso serio mesmo!!!
    Eu tenho problemas de depressao por causa da minha mae... ela é inacreditavel, mas temos que seguir em frente eu ainda to aprendendo um dia consigo!
    Reze bastante só DEUS pra nos entender e ajudar...
    Tenha muita força assim como vc tem na sua alimentaçao...
    Bju e fika com DEUS!!!

    ResponderExcluir
  20. Nossa Tha.. sinceramente n sei oq dizer mas eu oro mt por ti, e p q esses conflitos familiares n acabem ctg.. =/ Acho q seu caso é genético..n sei.. mas se for, com ctz seu pai foi o q desencadeou esse T.A. .. infelizmente vc so tem duas opções: lutar contra a doença, indo numa clinica de reabilitação para pessoas com T.A. ou terminar de cavar a propria cova.

    ResponderExcluir
  21. Acho que deve saber, pelo meu penúltimo post, que a entendo bem, meu pai definitivamente é uma das razões do meu T.A., mas não acho ser a única, é todo um problema de família, não sei explicar... Minha família é muito problemática, e tudo isso parece ser uma bola de neve, a cada geração maior, pelo menos pra alguns. Eu posso pensar em muitos motivos pra ter um transtorno, mas não sei se um dia vou ter algum motivo concreto. Nem sei 100% o propósito disso, só emagrecer? Não, não é só isso. Mas eu sempre fui uma pessoa mais ligada no meio da história, onde tudo acontece, do que no começo ou no fim. Então a incógnita não me encomoda muito.

    Há muitos "setores" da vida que podem tê-la feito desenvolver isso, a negligência dos pais é uma causa muito provável, pode fazer com que pense "se aqueles que me deram a vida não ligam pra mim, por que eu iria?" E se não houve uma relação afeituosa com outra pessoa, como ter afeto por si mesma?
    Ah, mas não é impossível, ok?! Pode ser mais difícil, com esses obstáculos que a vida nos impõem, mas sempre há possibilidade de mudar. Como você disse, e fico feliz que o tenha dito, sua vida não se resume a um T.A.
    Pra nós, que vivemos com essa repulsa por nossa própria pessoa, é ainda mais difícil, apaixonar-se por nós mesmas, mas é algo necessário de se tentar aprender, seja lá quando for, pra viver, pois só devemos morrer depois de ter vivido, sabe, se sentido livre..

    Oh, e sinto muito esmero por ti, viu?!
    Infelizmente, as vezes só temos a nós mesmas, e até aqueles que deviam estar mais próximos, não estão. Então, bem, espero que apesar de tudo, se cuide sempre :)
    Küss

    ResponderExcluir
  22. Você também tem que entender que seu problema não é culpa dos seus pais,claro que os pais tem grande influencia sobre os filhos,mas você mesmo disse que seu pai é um ignorante,ou seja,você reconhece que o que ele diz não tem muita importância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não disse que ele é A causa, conforme disse no título "Pai: UMA DAS causas do meu T.A"
      Basta ler e entender.

      Excluir
  23. Ai que foda isso.. bem, com certeza ele é uma das causas de tudo isso :X
    ah, tbm to louca para sair de casa, mas não pela minha mãe e sim pelo resto: vó, tia, tio. Mas não tenho condições.. ontem chorei horrores por causa disso :(

    ResponderExcluir

Seguidores