segunda-feira, 22 de abril de 2013

Cabelo

A única alegria sincera que tenho (em relação a mim, em relação ao corpo) é o cabelo. Mesmo quando acordo num “bad hair day“ sempre tento ver o lado bom daquilo. Já o corpo é sempre uma decepção, distorção, tudo que se vê não é real. É difícil dizer o que é e o que não é real, o controle (ou seria descontrole?) do corpo modifica completamente nossa visão do próprio corpo. Queria que isso acabasse. Ou pelo menos me ver mais como sou.









posted from Bloggeroid

4 comentários:

  1. Tbm amo cuidar do meu cabelo, Thali. Acho que fico muito mais feliz com ele do que com o meu corpo. Porém, nem com ele eu consigo ver coisas tão boas assim! :x
    Enfim, vamos tentando, né? Tentando até ver onde dá pra chegar!
    Cheirinho, minha linda

    ResponderExcluir
  2. Ahhh adoro a cor do seu cabelo
    mais é assim mesmo, acho que nunca vamos nos sentir felizes com o nosso corpo
    =/

    beijo beijo

    ResponderExcluir
  3. Que saudades de ti menina!
    Eu já nem tinha mais esperanças de ver uma postagem sua.... mas acabei de chegar aqui e tem mais do que uma.

    E mais agora com esse cabelo hiper moderno, ameii! Combinou ou melhor, fico muito bonito para ti Thalita.

    Realmente amiga, é uma luta constante... a imagem que se ver no espelho não é a que nossa mente reflete... a real. E se tudo pudesse acabar seria maravilhoso!

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  4. Ai se conseguisses ver o que os outros vêem em ti (falo de pessoas que te entendem, não de idiotas ignorantes a querer dar lições de moral), tu verias uma moça lindíssima. Tens um cabelo lindo, rosto lindo e corpo lindo, embora magro demais. Acima dos 40, pelo menos, sentiria menos medo por ti...
    Beijinhos com carinho!

    ResponderExcluir

Seguidores