sexta-feira, 19 de julho de 2013

Momentos tensos

Contando um pouco do que aconteceu após a gravação...

Filmaram na minha casa mas minha mãe e meu pai falaram que não querem aparecer.
Meu pai disse que é vergonhoso o que fiz, que eu não tenho cabeça e minha mãe disse que não quer a imagem dela "relacionada a isso". Ou seja, eles não querem ver a imagem deles relacionada a filha anoréxica. Parece que eles não aceitam que eu tenho algum problema e preferem fingir que nada acontece.

O apresentador foi muito atencioso ao conversar com eles e explicar de um assunto delicado. Minha mãe disse que sabia de tudo a muito tempo mas falar ou fazer algo que é bom nunca fez. Fiquei até surpresa por isso. O que não surpreendeu foi que notaram a partir dos 15 anos, quando a perda de peso era visível, mas não notaram quando fazia abdominais aos domingos, com 11 anos.
E sinceramente eu tão pouco espero algo deles, já se passou muito tempo, uma década... Como não notar a filha fechada e quieta nos cantos, que pegava embalagens de biscoitos, arroz, macarrão e anotava as calorias e as porções? Que fazia polichinelos após o almoço?
Agora é tarde pra mudar algo (me referindo a eles e o "apoio" que disseram em frente a equipe), eu e eles sabemos que nada mudará. Aliás fiquei quinta e hoje, sexta, quase sem comer e nem notaram.
Por um lado descaso, por outro lado apoio. Liguei pro meu namorado avisando de tudo, que passaria por uma crise, que ficaria sem comer e ele disse o seguinte, com essas palavras:

 “Você não tem que comer porque eu tô te pedindo,
 você tem que comer por você,
 porque você PRECISA comer,
 porque você TEM que comer,
 não se obrigar a isso mas comer pra ficar bem,
 pra viver, fazer isso por você."


Fiquei pensativa depois disso mas sei que ele tem razão. Ele vai cuidar de mim, não me deixar sozinha com meus pensamentos, é tudo que preciso no momento. Desenterrei muitas lembranças com as tais perguntas, muita coisa veio a tona, preciso me distrair um pouco.
Além disso ele me prepara algo leve pra comer, então tudo bem.
Numa segunda ligação ele quis saber se eu comia por causa dele ou porque realmente queria comer, quando estamos/estávamos juntos. Disse que quando estou com ele esqueço de tudo e que não, como porque quero, quando não tenho vontade deixo isso bem claro.

Bom ter alguém pra me dar um apoio assim :)


Só isso por enquanto.

7 comentários:

  1. Que bom que tem o apoio do seu namorado, ninguém sabe o qnto algumas coisas são complicadas, mas com apoio é melhor.
    Força pra vc amore sempre

    ResponderExcluir
  2. Mancadinha do seus pais em... mas ainda bem q seu namorado te ajuda e cuida de vc ...

    Beijos linda

    ResponderExcluir
  3. nossa isso realmente ate emociona ele tem o mesmo problema e dando esse apoio todo! aplausos! e aos seus pais uma grande 0. nota.

    ResponderExcluir
  4. Por vezes os pais não percebem que estão fazendo algo de tão errado quanto assim. Eles irão perceber a filha têm, uma lutadora.
    Aceite o apoio do seu namorado meu anjo

    ResponderExcluir
  5. Olá Thalita! Tem um tempo que leio suas postagens, mas apenas hoje decidi comentar...
    É dolorido não ter o apoio e compreensão da família, né? Pelo menos eu me sinto assim com relação á minha, no meu caso tenho apenas minha mãe que entende o problema (tenho bulimia), meu pai ignora totalmente, e meu namorado e outras pessoas que sabem consideram como "frescura".
    Achei linda a maneira como seu namorado te ajuda e apoia :)
    Desejo de verdade ver-te bem, beijinhos :*

    ResponderExcluir
  6. Eu torço para que você fique bem, física e mentalmente. Que bom ter um namorado que te apóia, ele está certo, faça por você, uma vez feliz o relacionamento também será beneficiado :)

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    A primeira vez que visito teu blog e li algumas postagens, me deu emoção, serio. Eu jah fui Ana, e Mia tbm. E sei como eh isso, de a comida parecer ruim. Mas eu tive apoio de alguns amigos e de meus pais, logo eles repararam eu que sempre me empanturrava de comida, começar a ficar paranoica. Mas agradeça por ter um namorado tão bom ^^
    Foi difícil pra mim aceitar que eu realmente estava doente, pra mim aquelas dietas faziam todo o sentido (ERRO). Non li mtas postagens mas espero que essa luta que voce vive, seja para melhorar e superar, se curar desse mal, dessa doença. E não uma ''luta'' pra continuar anórexica e sem saude, como eu vejo tantos blogs por ai de incentivo a isso. Mas olha, sabe o que me curou? Logo após de eu ser internada, eu via algumas pessoas sentirem pena de mim, e minha mãe e uma amiga minha chorar, e algumas pessoas que se importam comigo sofrer, e lamentar, por eu está naquela situação mórbida e horrivel. Aquilo me abriu os olhos, eu vi que não valeria a pena, eu sofrer com dores de estomago e de laringe e fazer outras pessoas que eu gosto ou amo sofrerem tbm. Não vale a pena, não mesmo. E non fiz isso soh por outras pessoas, fiz por mim tbm, parei pra pensar no quanto eu estava perdendo minha juventude com isso,perdendo a confiança das pessoas (eu finjia que comia mas não comia)com esse mal que pra mim eh uma prisão doentia e mental. Olha, eu te desejo muita força, e espero de coração que voce fique bem, faça um esforço por voce, mas tbm pense nos outros,no seu namorado que se preucupa tanto, mas non esqueça: o foco aqui eh voce, voce deve e pode sair disso!! Coloca na cabeça que a unica saida eh se livrar da Ana e ponto final, ela eh uma intrusa, non faz parte de sua vida! E voce consegue, palavras de uma ex anorexica, hoje em dia como como uma louca rsrs, e nem engordo '-' e se eu engordar, academia e comida saudável, pronto, sem essa de Ana, argh!!
    rs, Força!

    ResponderExcluir

Seguidores