domingo, 21 de julho de 2013

O ato de comer e suas aflições

Ontem de manhã tomei o de sempre, café preto + pão, e passei o dia sem nada, comi 4 bolachas cream cracker 4h da tarde porque o namorado me pediu pra comer algo antes de sair de casa. Só fui comer de novo 3h manhã, fomos numa boate e na volta pra casa ele pediu pra que comesse algo.
Paramos numa lanchonete, comi um croissant de queijo com suco de uva, nossa, como aquilo me doeu. Na metade do lanche já estava cheia mas continuei comendo, guardei um pedaço do croissant pra comer depois. Enquanto comia na lanchonete ele olhava pra mim, perguntei porque me olhava e ele respondeu “Nada, eu gosto de ver você comendo“. Fiquei felizinha, admito. Peguei 2 pães de queijo da porção que ele pediu, daqueles bem pequenos, comi bem devagar; mastiguei. Eu geralmente engulo a comida e como bem rápido, pra acabar logo com tudo.
Paramos num ponto para aguardar alguma van pra casa; ele me abraçou por trás. Disse que estava orgulhoso por eu ter comido algo que eu escolhi, feliz por eu estar alimentada, por estar bem, que não quer me ver fraca. Chorei mas ele não percebeu, não deixei.
Pra quem é de fora e não conhece alguém com TA, talvez não entenda como é difícil comer. Algo que devia ser prazeroso se torna assustador, se torna difícil, se torna impossível. Fico triste quando como e sei que isso está errado.
Mas consegui terminar de comer tudo, um lanche que levaria 2 minutos pra terminar, levei 15. Um passo de cada vez.

-------------------

Conversa que tive com uma amiga:

Amiga: _Está com o S* ?_

Eu: _Sim, tava me sentindo mal pela semana e ele pediu pra que eu viesse sábado._

Amiga: _Por que? O que aconteceu?_

Eu: _Só preciso de alguém de olho em mim, S* vai me olhar e tal, não me deixar sem comer._

Amiga: _Se você desistir de você... ninguém vai poder te ajudar. Você sabe disso._

Eu: _ =\ é, eu sei. Podem me ajudar o quanto for mas eu que tomo as rédeas da situação._

Amiga: _Confio em você... que não vai deixar isso tomar conta de ti. Eu te amo cara, só quero que você seja feliz._




posted from Bloggeroid

11 comentários:

  1. ah, a comida. Que inimigo. Que monstro. Porções pequenas pra acabar mais rápido. Cada mordida uma tortura. O difícil ato de comer. Algo que nutre, algo que destrói. Como uma simples matéria morta causa tanta confusão?
    É massacrante, geralmente eu prefiro nem pensar em comida, só de saber que daqui a pouco eu vou ter que comer me dá um frio na espinha.

    Eu lhe desejo melhoras, cura e saúde.

    ResponderExcluir
  2. Você vai ficar bem meu anjo. Um passo de cada vez. Você tem um ótimo namorado, e grandes amigas. Força

    ResponderExcluir
  3. Precisas tanto de apoio... chocou-me ao ler que os teus pais sabiam o que tinhas (preferimos pensar que eles não sabem porque são ignorantes) e nada fizeram, limitaram-se a dizer que não queriam fazer parte da história... Mas tens muito quem te queira bem e que não tem vergonha de estar a teu lado a lutar. O teu namorado e os teus amigos podem e estão prontos a ajudar-te. Eu mesma só lamento não ser de perto para poder abraçar-te e ajudar-te. Tu és muito forte, Thalita. Senão não terias conseguido deixar entrarem na tua vida (entrevista) de forma tão delicada. Agora é hora de usares essa força contigo, para te ergueres. Beijinhos enormes.

    ResponderExcluir
  4. um passo de cada vez. é bom saber que o S... te deixa aqui,presa na terra com a gente e não permite que voce entre de vez no espelho. adoro-te!!!

    ResponderExcluir
  5. Você é muito linda, espero que saiba disso!

    ResponderExcluir
  6. Oi Thalita,

    Sempre leio seu blog.. Eu já tive ana uns anos atras e qm me ajudou foi meu namo e sei mto bem o que seu namo esta fazendo..Tente deixar ele te ajudar porem não faca nada obrigado que vc nao queira..ele te ama e quer so o seu bem... Forca e to loka p ver a reportagem do sbt... avisa no blog quando for passar..rss
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Seu cabelo ta mto maravilhoso!!!

    Thali eu agradeço mto por ele ter entrado na sua vida e te fazer bem... Ainda bem que tem alguém aí por perto, já que eu estou longe... =D Vc vai superar essa fase... ;)

    FORÇA

    ResponderExcluir
  8. Acho que mesmo que eu passe dias sem comer ninguém nota ou se preocupa...

    ResponderExcluir
  9. Eu não odeio a comida, eu odeio precisar dela...
    beijos

    ResponderExcluir
  10. È realmente dificil nao tenho anorexia mais bulimia as pessoas dizem q eu soh magra e tals e na vdd tiro muitas fotos pra procurar isso as x eu acho as fotos legais depois olho de novo e digo como voxe esta gora e eu cheguei a ficar abaixo do peso e tals mais eu estou em tratamento na italia mais o pior nao è so bulimia è automutilacao atè tentei me suicidar e realmente è triste è realmente doloroso se olbar no espelho e dizer vc è gorda asquerosa e tals enfim è dificil maid confio em voce e se eu conseguir deixar esse monstro vc tambem consegue flor muita forca

    ResponderExcluir

Seguidores