sábado, 3 de agosto de 2013

E vou indo...

 Além de ter um sangramento a 3 meses direto, esperei 2 meses pra ter a consulta e marcaram exames para o fim do mês. Legal, mais 1 mês esperando. No meio do mês tenho que ir ao posto e espero que adiantem algum exame.
 Também estou chateada com algumas pessoas que vieram me xingar depois da reportagem, pessoas as quais nunca troquei uma palavra. Uma mulher disse que sou pró ana, ela 
pensa que: se a pessoa é anoréxica, ela automaticamente é pró ana.
 Ela não sabe que ser anoréxica é uma coisa e incentivar a anorexia é outra? Ela disse que só pelo fato de ter um blog e postar fotos minhas já sou pró ana. Que eu saiba pró ana é quem dá dicas, nome de remédios, diz pros outros miarem... Só porque essa pessoa faz psiquiatria, então acha que entende a mente de toda e qualquer pessoa sem nunca ter falado com ela. Incrível não? E algumas pessoas me adicionaram em grupos no face, cujo quais haviam postagens falando da reportagem e falando mal de mim e da mulher bulímica.
 As pessoas não entendem e não compreendem a realidade, acham que tudo são flores e que alguém como eu ou a Regiane, da reportagem, não existem. Se soubessem que há tantas como nós por aí...

Pra quem não viu o documentário, deixo aqui os vídeos dele, em 4 partes:







Links: Parte 1:http://youtu.be/rcYWZRlQWhs
          Parte 2:http://youtu.be/pmSDjSy8-7g

          Parte 3:http://youtu.be/gHghXECOEUQ
          Parte 4:http://youtu.be/cuRzftx6uv4

16 comentários:

  1. Sinceramente, nem vale a pena dar mais trela para essa gente que não consegue ter a capacidade para interpretar palavras e imagens tão francas. Como é possível uma pessoa em plena sanidade mental ver um programa destes e não entender nada??? E depois os doentes e insanos somos nós... Enfim. Olha, não dês importância a essa gente, não vale a pena cansares-te com isso. O teu alerta foi dado.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. O povo brasileiro é muito intolerante, especialmente devido à ignorância. E ironicamente, a anorexia ganha força quando nossos jovens são humilhados, rechaçado, escarnecido justamente devido a intolerância das pessoas com a obesidade, por exemplo. Quem dos anoréxicos nunca foi obeso, mas vê na sociedade que o obeso é tido como nojento, preguiçoso, asqueroso, porco, etc; também pode desenvolver anorexia, além da participação (sem negar) genética (que no caso de ser obsessivo).

    Mas assim caminha o nosso país do turismo sexual, corrupção, analfabetismo e futebol. Tsc!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei tão enraivecida com essa gente que até desviei-me do assunto principal... Isso aí é muito estranho caramba, não há nada na farmácia sequer que te páre isso? E que raios demorar tanto os exames! Estão à espera que caias pró lado só pode! Poxa!

    ResponderExcluir
  4. Oi talita. eu assisti aus videos, e não estou aqui pra criticar pois eu também sempre quis ser magra, e me sinto gorda pesando 55 kilos. então não vou condenar ninguém. espero que vc consiga logo fazer seu exame, e ignore aqueles que te criticam, pois existem aqueles que te apoiam.

    ResponderExcluir
  5. Oi talita. eu assisti aus videos, e não estou aqui pra criticar pois eu também sempre quis ser magra, e me sinto gorda pesando 55 kilos. então não vou condenar ninguém. espero que vc consiga logo fazer seu exame, e ignore aqueles que te criticam, pois existem aqueles que te apoiam.

    ResponderExcluir
  6. Thalita, minha querida amiga, nos últimos 18 anos da minha vida (quase duas décadas) já percebi que a ignorância na internet as vezes até supera á da realidade. Quando o assunto é anorexia e bulimia, transtornos alimentares no geral, parece que as pessoas se removem totalmente das situacões e se colocam como juízes absolutos. Todo mundo tem 2 centavos para oferecer. Existe uma linha de pensamento que diz que se a pessoa é anoréxica ela é consequentemente pro ana. Isto é uma ignorância sem tamanho. Outra linha de pensamento é a de que se você NÃO É ANORÉXICA, você não tem transtorno alimentar e que se seu corpo é aparentemente normal segundo as regras da sociedade, você não tem com o que se preocupar e fica postando um monte de ''abobrinhas''. Estes são ataques que eu recebo frequentemente. Eu sempre gostei de você por ser uma pessoa real e que nunca julgou ninguém e que sempre falou abertamente de assuntos que outras pessoas se esconderam para abordar. Obrigada por este poco de informacão que é este post seu.

    ResponderExcluir
  7. Assim como disse no face, vou repetir aqui:
    "Não vou perder por nada hoje ... Você é linda e com certeza vai brilhar. É bom que o mundo conheça um pouco do que passamos, com a finalidade de que não nos julguem e nem sintam pena, apenas entendam. Sempre te admirei e acho que você sabe disso... Mas agora, te admiro muito mais, pela sua força e coragem de representar o nosso grupo A/M em rede nacional *o* ... Parabéns"

    E foi isso o que aconteceu, eu não tive palavras para te responder no face, foi emocionante! E ainda estou sem palavras.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Oi Thalita, fiquei em dúvida se escrevia ou não (porque afinal não sei se faz diferença) mas resolvi escrever assim mesmo. Tenho um blog a pouco tempo (apesar de estar nisso a quatro anos) e acompanhava o seu a algum tempo. A uns dias atrás enquanto assistia tv com minhas irmãs vi a propaganda do programa, e como não havia entrado no blog na última semana me assustei por ter visto você lá,(apesar de não sermos íntimas ou algo do tipo).Acho que minhas irmãs perceberam a minha cara de medo (foi como se elas entrassem no meu mundo por uns segundos), ficaram olhando pra tv e depois para mim com aquelas caras de que sabiam que havia algo errado, algo além da desconfiança...me senti nua na frente delas, senti como se soubessem de tudo e que aquilo era apenas uma confirmação, senti vontade de correr e me trancar no quarto mas fingi que não havia nada de errado. No dia seguinte fui assistir a reportagem escondido e achei muito corajoso da sua parte de expor dessa forma e de como vem se esforçando. Nós sabemos como é difícil aguentar a culpa, e o pavor que a comida nos causa, só nós sabemos como é horrível sentir a comida expandindo nosso estômago a ponto de parecer que ele vai arrebentar...só nós sabemos como é viver isso sem o mínimo de apoio e compreensão. Acho que as pessoas deveriam ser menos cruéis, porque assim como qualquer outra pessoa doente, não escolhemos ser assim, não escolhemos nos ver desse jeito.
    Abraços,
    Amie.

    ResponderExcluir
  10. Não sou anorexica nem tão novinha... mas acompanho a uns dois anos seu blog e seu facebook e de outras garotas na mesma situação tb... Assisti o programa pelo link q vc postou no face...engraçado q ouvindo vc falar, parecia q até já te conhecia... e achei muito legal a sua família se propor a te ajudar, espero q não tenha sido só na frente das câmeras.... não ligue pra quem te critica, vc teve muita coragem de expor assim seu problema... espero, de coração mesmo, q vc consiga se curar e um dia ter uma vida normal...bjs

    ResponderExcluir
  11. Miga não esquenta... Adorei o programa, e vc mostrou mto bem como é o problema.

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Thalita, adimiro sua coragem e encaro a sua aparição como um pedido de ajuda. Eu espero que tua familia te apoie e que você consiga superar tudo, no fundo é o que todas nós queremos. Nós conversamos pelos nossos blogs a alguns anos e vou ser sincera em te dizer que sim eu fico indiguinada com as pessoas te acusando de ser pró-ana, mas também devo te falar que quando nos expomos em certos assuntos polêmicos, de certa maneira estamos dando a cara a tapa para opiniões de terceiros.
    Não vamos esperar que pessoas de um país como o nosso tenha consciência de fato que se trata de uma doença. Afinal aqui temos uma população quase que totalmente analfabeta funcional.

    Você sabe que eu gosto muito de você, e no que precisar estarei no meu cantinho que conheces bem.

    Fica na paz querida, e ah, vocẽ não precisa emagrecer mais, está perfeita. Sei que não adianta falar, mas é minha sincera opinião.

    ResponderExcluir
  13. oi talita
    eu tenho bulimia a uns 8 anos sou gorda peso 87 kg , chorei muito ao ver a reportagem como e dificil ter essa maldita compulsao , as vezes eu tenho inveja de quem ao contrario de mim tem anorexia e consegue ficar sem comercomo doi encarar seus problemas de frente como doi nao ter forças como doi nao ser compreendida ............
    eu tenho 3 filhos lindos um menino de 12 anos e 2 menias uma de 3 meses e outra de 6 anos , minha filha de 6 anos nao quer mais comprar lanche na escola ela so quer levar fruta para a escola ela falou outro dia que estava de regime , tenho medo muito medo dela herdar a compusao alimentar ou dela ter anorexia , eu tento vomitar sem ela ver para nao insentivar, pq eu nao quero que ela sofra como eu sofro como nos sofremos ,
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Engraçado como algumas pessoas acham que ter Anorexia eh uma questão de escolha.. Se fosse assim a pessoa entraria e sairia da ANA facil.. So quem tem intende de verdade...
    Assisti o programa e adorei.. Gostaria de saber como ficou a relação com sua familia depois do programa? Sei como eh dificil a relação qndo a familia sabe dos problemas, criticam mas não fazem nada pra ajudar...
    Bjus Lindona... Tudo de bom

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde Thalita !! Acabei de assistir ao programa conexão repórter e fui ao google buscar seu blog. Primeiro quero te dar os parabéns pela coragem de expor sua vida ... vi o quanto se sente triste com tudo que vive ... seu olhar é triste demais e me comoveu ...sou professora já um bocado de tempo e este ano estou vivendo essa experiência com alunas minhas ... preciso fazer algo ...mas os pais não aceitam e rejeitam suas filhas ... triste com isso ...pois que amor incondicional é esse ? Não entendo uma vez que sou mãe e faria tudo para ver meu filho feliz . Mas cada um é cada um . O que posso eu dizer a vc para deixá-la um pouquinho feliz ? Não tenho palavras ...Que Deus dê a vc muita luz ... e alegria ... estarei por aqui ...Bjos no seu coração ...

    ResponderExcluir
  16. Olá amiga
    Boa tarde!
    Visite o meu site e saiba o que aconteceu conosco.
    A minha filha faleceu vítima da desnutrição.
    Visite o site e deixe a sua sugestão.
    Fique com Deus
    Carlos
    www.aanorexia.net

    ResponderExcluir

Seguidores