terça-feira, 30 de abril de 2013

Help

Estou procurando ajuda, já peguei diversos telefones de psiquiatras e psicólogos gratuitos, alguns o número é inexistente, outros o endereço está errado mas não deixo de procurar. Ainda acharei algo ou alguém pra me ajudar nesse aspecto. Voltei a ter crises de pânico e diversas pessoas já notaram isso e me fazem perguntas, eu admito também estar cansada disso, minha mente é minha maior inimiga, só quero deixar de machucar quem está ao meu redor.
Tá difícil suportar esses pensamentos todos na cabeça...
Vídeo http://www.youtube.com/watch?v=DzbfMH6BUxU&feature=plcp

posted from Bloggeroid

Terça feira

Dia tranquilo, sem comer a horas, sem ter nada pra fazer. Passei o dia no Facebook e em grupos de T.A., fora isso mais nada.
Tédio.
Ando preocupada com uma menina que não dá notícias, não responde mensagens e tá “off“ de alguns sites e redes sociais. Ai A., cadê você? .-.

posted from Bloggeroid

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Selinho do desafio



Criei esse selinho pro desafio da Barbara, quem for participar do desafio só pegar.
Avisando que o desafio não é meu, estou apenas divulgando o Desafio e o blog dela , aliás sigam! :)

Post explicando o desafio: http://algumaspartesdemim.blogspot.no/2013/04/13-kg-em-6-semanas.html

Farei o desafio também mas com algumas modificações:
http://umdesafiochamadoana.blogspot.no/2013/04/desafio-13-kg-em-6-semanas_27.html


É isso gente, começa quarta, dia 1° maio e termina terça, 11 de junho.

posted from Bloggeroid

sábado, 27 de abril de 2013

Desafio “ -13 kg em 6 semanas“

Algumas partes de mim: 13 kg em 6 semanas: >> post original <<


Cronograma

Meta 1. Perder 2 kg em 1 semana
Meta 2. Perder 3 kg em 1 semana
Meta 3. Perder 4 kg em 2 semanas
Meta 4. Perder 4 kg em 2 semanas

Regras

1-  Proibido comer: bolos, refrigerantes, salgadinhos de pacote, bolachas recheadas, balas, açúcar, frituras, massas, qualquer tipo de doce (cocada, brigadeiro e etc...), frutas super calóricas (abacate e etc...), margarina, sucos de pozinho e o mais difícil pra mim, chocolate!
2-  É permitido, sucos naturais, frutas (exceto as super calóricas), produtos light, legumes, saladas, proteínas puras, adoçante (mas não exagerar)
3-  Fazer exercícios físicos TODOS OS DIAS (caminhadas, abdominais, bicicleta)
4-  Frequentar academia pelo menos 4 vezes por semana
5-  Fazer NF de 24 horas pelo menos três vezes por semana
6-  Não ingerir mais q 1000kcal por dia ( eu sei q é um número grande, mas é pq minha mãe me vigia e eu preciso comer na frente dela :/, mas obviamente pode se ingerir apenas 100kcal em um dia )
7-  Beber pelo menos 2 litros de água por dia



------------------------------------------------------------

O cronograma acima é do post original do blog “Algumas partes de mim“

Opção 2 “menos hardcore“: opções utilizadas 2, 3 e 7.
Coma o que quiser desde que seja com moderação.


******************************
Início do desafio: 1° de maio
Duração: 6 semanas
Meta: 13 kgs ou o que conseguir
Opções do desafio: opção 1 (do blog “Algumas partes de mim“) e opção 2 (do blog Just Ana)

*******************************
Boa sorte a quem fizer!

Vista sua armadura

Vamos lá, ponha sua armadura, vista seu melhor sorriso, pegue emprestado um pouco de coragem, abra seu pacote de perseverança e se cubra com confiança. Ninguém precisa saber como você é sem nada disso.

posted from Bloggeroid

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Mundo da Katee: QUERER emagrecer me consome

Mundo da Katee: QUERER emagrecer me consome: >>> post original nesse link <<<

Estou reblogando esse post (com algumas modificações).


 Não sou pró-ana/mia mas confesso que muitos desses pensamentos tem feito parte do meu cotidiano com uma frequência absurda. Começar a comer que nem um louca e botar tudo a perder, isso eu também não quero jamais.

Não acho que isso pode levar alguém a lugar algum, até porque doença é doença. Nem concordo com tudo o que esses sites pró-anorexia publicam, aliás quando tudo isso começou sequer existia o termo ana e mia, muito menos pró-algo. Eu pensava basicamente assim, não tem essa de “ensinar“, ninguém me ensinou a ter isso!!! Até porque se existisse como ensinar algo assim eu pediria pra que me ensinassem a colocar essa chavinha no OFF.

Não existe isso de ensinar a ter anorexia pois eu posso até passar a minha dieta mais restritiva que fiz na vida, se a pessoa não tiver um DNA propenso a desenvolver um transtorno alimentar ela vai seguí-la por no máx 4 dias e não vai conseguir ou vai cair em compulsão e engordar o dobro depois. PORTANTO, gurias, não queiram obter uma doença, não existe isso de "quero ter tuberculose", "quero ter câncer", FALA SÉRIO!!!!

Ter uma doença e viver em torno dela não é fácil.
Não sair, não namorar, não trabalhar, não ter amigos.
Viver em função de calorias, esperar a refeição seguinte, ouvir médicos e mais médicos, choros e angústias!
A vida se torna uma triste equação da vida, na qual o resultado pode tornar-se muitas vezes (infelizmente) ZERO.
Passar toda sua adolescência e juventude lutando contra algo que deveria ser o natural na vida de qualquer pessoa: se alimentar.
Se odiar por ter um corpo dentro dos parâmetros mínimos esperados pra saúde.
Querer sempre menos e menos.
Ver familiares e amigos sofrendo com sua obsessão que te leva a loucura; e junto contigo vai a sanidade das pessoas que você ama e aquelas que você menos gostaria de machucar.
Você preferir perder a vida a se ver maior.
A dor ser tanta que você pensa inúmeras vezes em desistir de continuar lutando e lutando.
Você querer se ver como é de fato e ser a mudança que todos esperam que você seja, mas nunca é boa o bastante e todas as tentativas são falhas.
Você ver sua prima ou amiga que era a linda e magra quando criança e saber que por mais que você perca kgs ela ou qualquer um sempre será melhor que você.
Sentir-se incapaz de tudo na vida, talvez a única coisa que você se sinta melhor ao fazer é emagrecer, nisso talvez você se sinta mais capaz, sinta-se útil porque pra todo o resto você não se sente boa o bastante.
Você nao quer se sentir o centro de tudo ou ser melhor que ninguém, você só quer se sentir alguém.
Se sentir que merece amar e se sentir amada, não se sentir tão mal e se odiar tanto, a tal ponto de achar que não merece o amor, carinho, até o respeito de ninguém. Achar que se você sofrer não tem mal, você merece sofrer.
Se sentir assim e ainda ser julgada pela sociedade como alguém que quer atenção apenas, ou como uma mera frescura ou como infantilidade.
O que seria infantilidade? Essa minha atitude de querer reprimir meu corpo de mulher ou um idiota que é velho e tenta violentar uma criança?

Talvez esse “não querer engordar“ esteja muito mais englobado no nojo que eu sinto de pensar em como esse corpo pode despertar esses desejos... Talvez quando eu ouço um “gostosa“ na rua, ou até dentro de um maldito consultório, não chore só por estar de fato assim mas sim pelo que tudo isso representa.
Talvez quando eu penso em me matar eu não queira morrer de verdade, não queira magoar meus pais, irmãs e parentes mas queira por um instante esquecer de tudo isso e deixar de ter uma matéria física que me representasse. Talvez por isso eu tenha tantos amigos via web mas poucos na vida real porque na net não preciso me arrumar ou sorrir pra fingir que estou bem, ser gentil e ter que vestir minha armadura pra evitar qualquer aproximação.

Talvez eu só deseje ser normal, ter idéias normais com relação a tudo o que eu nunca tive. Não ter medo, aflição, angústia ao comer um pedaço de pepino e outros dias ter medo, ansiedade e aversão.

Talvez eu só quisesse apagar minhas lembranças que me fizeram entender que eu era um nojo por ser gorda, que eu não tinha merecimento e nem poderia praticar um balé que fosse, nem por prazer, por ser gorda! APRENDI na raça, que ninguém gostava de mim porque eu era gorda!
Aprendi sofrendo, lutando, vivendo, caindo, levantando, comendo, correndo, vomitando, me matando, rezando, chorando, gritando, surtando, me cortando, nadando e até fazendo outras coisas censuradas!! APRENDI na luta desses anos todos.

E, depois de tudo isso, as pessoas acham que tudo ficará bem se eu comer o que chamam de normal. Acham que todos meus problemas vão se resolver se eu ingerir um prato balanceado de alimentos. As pessoas querem me ingerir uma dieta hipercalórica guela abaixo para eu chegar num peso maior, mas mesmo estando abaixo do que eles querem já ouço "gostosa" do próprio médico.

É isso mesmo sociedade? Vocês querem que eu coma?

Não obrigada, não estou com fome.

Mundo da Katee: QUERER emagrecer me consome

Mundo da Katee: QUERER emagrecer me consome: Não sou pró-ana / mia, mas confesso que muitos desses pensamentos tem feito parte do meu cotidiano com uma frequencia absurda!!! Não!! N...


--------------------------------------------------
Um dos melhores posts que já vi, super recomendo!!

Estou tão cansada e tão farta de tanta coisa, me sinto pior a cada dia. Inútil.






posted from Bloggeroid

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Refeições 24/04/13

Almoço: 1 copo de achocolatado
Lanche: 1 pão com queijo
Jantar: 1 laranja

posted from Bloggeroid

Desemprego

Ontem saí com o namorado (IMC 17,3), fomos numa festa de São Jorge passear um pouco na praça, ver as barracas dos feirantes etc. Irônico pois somos ateus mas enfim.
Depois comemos bolinhas de queijo e batata frita e ambos ficaram cheios daquilo mas comemos pois já havia sido pago. Até que foi engraçado a cena, um olhar pro outro com uma cara de “não aguento mais comer“ e mesmo assim continuar.
Depois fomos pra casa dele ver “Detona Ralph“ (Disney, 2012), recomendadíssimo esse filme!
Hoje (11h30min) estou esperando uma entrevista começar, mais uma das que não tenho certeza se conseguirei.
Uma pessoa me disse algo que ficou na minha cabeça: “Será que não deixam de te contratar por ser anoréxica?“.
Admito que já pensei nisso a meses atrás, principalmente em entrevistas onde eu era mais capacitada que o outro candidato e não conseguia. Já fui em entrevistas onde pediam que se falasse inglês fluente e o outro candidato nem a língua falava e o chamavam. Como as entrevistas costumam ser em grupo/dupla percebo essas diferenças, e sim, em trabalhos onde falam sobre pegar algum peso, correr ou passar horas nem olham pra mim, só pra pessoa do lado. Isso me deixa frustrada e me sinto insignificante depois.

posted from Bloggeroid

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Cabelo

A única alegria sincera que tenho (em relação a mim, em relação ao corpo) é o cabelo. Mesmo quando acordo num “bad hair day“ sempre tento ver o lado bom daquilo. Já o corpo é sempre uma decepção, distorção, tudo que se vê não é real. É difícil dizer o que é e o que não é real, o controle (ou seria descontrole?) do corpo modifica completamente nossa visão do próprio corpo. Queria que isso acabasse. Ou pelo menos me ver mais como sou.









posted from Bloggeroid

21/04/13

Domingo foi um dia tranquilo, sábado também. Nada além de saladas e um pirulito, companhias agradáveis, clima favorável.


Preciso perder peso.

posted from Bloggeroid

sábado, 20 de abril de 2013

De volta, será?

Entro aqui e vejo uma das minhas postagens com 56 comentários, sendo que não uso o blog a tanto tempo... Queria voltar a escrever, só não sabia como, venho pensando nisso realmente a muito tempo mas a incerteza ainda me rondava. Enfim, cá estou eu de volta a minha casa, pros meus desabafos e memórias postadas num mundo onde poucos conhecem e só alguns tem a chave.


posted from Bloggeroid

Testando


posted from Bloggeroid

Seguidores