quarta-feira, 30 de outubro de 2013

5 passos para dormir bem e emagrecer 7 kg

5 passos para dormir bem e emagrecer 7 kg - Médico americano revela os 5 passos básicos para você dormir melhor e detonar de vez a gordura da barriga!

Via Blog M de Mulher

Sempre que alguém fala em perder peso, já vem à nossa cabeça aquela dieta sofrida e difícil, cheia de restrições alimentares que, logo depois, nos fará voltar ao peso inicial. Dá um desânimo, né? Mas o médico americano Michael Breus vai levantar seu astral rapidinho. Autor do livro "The Sleep Doctor's Diet Plan" (na tradução do inglês, "O Plano de Dieta do Médico do Sono", ainda sem edição no Brasil), ele aposta em um método capaz de eliminar todas as dietas. E o segredo é dormir!

"Mas esse sono precisa ter boa qualidade e quantidade ideal de horas para cada pessoa. Dormindo do jeito certo, você consegue perder até 7 quilos em um mês", atesta Breus. Veja a seguir como isso acontece.

Por que o sono emagrece?
Segundo Breus, isso acontece porque as gorduras são transformadas em energia mais rapidamente enquanto dormimos. Mas é preciso dormir pelo menos 7 horas e meia por noite. Daí o seu metabolismo (ou seja, a capacidade do corpo de transformar gordura em energia), se acelera. Dessa maneira, os hormônios ficam regulados, você come com equilíbrio e emagrece.

Ainda em dúvida? Estudos da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, comprovam: adultos que dormem bem possuem 20% menos de gordura na barriga. "Quando dormimos mal, nossos níveis de cortisol [o hormônio que ajuda a estocar gordura no organismo] aumentam, deixando a barriga enorme", explica Breus.

Quanto é preciso dormir para perder peso?
De acordo com o médico Michael Breus, a quantidade de sono costuma variar de pessoa para pessoa. Porém, em seu livro, Breus segue uma regra válida para todos. A regra é clara: cada estágio de sono tem, em média, 90 minutos. O ideal é que a pessoa durma, no mínimo, 5 estágios por noite. Dessa maneira, a soma resultará em 7 horas e meia de sono, pelo menos.

5 passos para dormir do jeito certo:

1. Tenha um horário regular.
Tente dormir e acordar sempre na mesma hora todos os dias. "Quanto mais regrado seu horário de sono, mais seus hormônios ficarão balanceados e mais você emagrecerá", explica Breus.

2. Pare com o café.
A cafeína fica em nosso corpo durante 10 horas. Por isso, o ideal é que você tome um cafezinho apenas após o almoço ou, no máximo, até as 14 horas. Assim, seu corpo terá tempo para se livrar da cafeína.

3. Coma fibras e proteínas.
Manter uma alimentação rica em proteínas e fibras a cada quatro horas fará o açúcar do seu sangue se estabilizar. Isso aumentará sua energia e diminuirá a famosa gula.

4. Faça exercícios de dia.
Ou, no máximo, até quatro horas antes de dormir. Assim, você queima calorias, define os músculos e acelera o metabolismo.

5. Tome sol pela manhã.
Tomar sol 15 minutos pela manhã (antes das 10 horas e, de preferência, com uso de protetor solar) ajuda a regular o sono, aumentando os estágios do sono e fazendo com que a sua noite seja muito mais agradável! Agora você tem um excelente motivo para levar o cachorro para passear!


Os hormônios do sono:

Quando você dorme bem (ou mal), afeta a produção de vários hormônios pelo seu corpo. Veja os benefícios (ou o estrago) que uma noite de sono pode fazer em sua vida:

Leptina
· Se você dorme bem...
Ajuda a reconhecer que o corpo está satisfeito.
· Se você dorme mal...
Diminui bastante a sensação de saciedade e você já acorda sentindo fome!

Grelina
· Se você dorme bem...
Faz você sentir fome natural.
· Se você dorme mal...
Aumenta a vontade natural de comer em 20%!

Cortisol
· Se você dorme bem...
Regula o apetite.
· Se você dorme mal...
Aumenta o apetite e faz o corpo acumular gordura na barriga.

Hormônio do crescimento (hgh)
· Se você dorme bem...
Diminui a gordura corporal.
· Se você dorme mal...
Transforma calorias em gordura.

posted from Bloggeroid

domingo, 27 de outubro de 2013

Enem

Obrigada pelas opiniões meninas, parece que as pessoas tem um “bloqueio“ que não as deixa pensar direito. -_-“

Ei, quem fará o enem? Hoje é o segundo dia, o de ontem foi tranquilo, veremos hoje. O chato é ver gente comendo do seu lado, ver não, ouvir, barulho irritante de sacos abrindo, balas, pessoas bebendo sucos no canudo e chupam até a última gota, parecendo que querem comer a caixa também. O barulho de embalagem é o que mais incomoda, principalmente numa sala fechada, atrapalha a leitura.
Enfim, quem fizer BOA SORTE!

posted from Bloggeroid

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Resposta a um comentário + opinião

"Pelo visto não foi só peso que vc perdeu, o cabelo também vai se embora com a anorexia, é um dos sintomas...Eu acho muito triste isso, você sabe que tem um problema, mas não leva seu tratamento a sério. Ainda há pessoas que tentam te ajudar e que gostam de você, não vale a pena fazer nada por elas? Só você que importa nesse mundo? Se você não se ajudar, ninguém o fará. Por que várias pessoas conseguem ser magras com uma alimentação equilibrada (carne branca, verduras e legumes) sem deixar de comer e você tem que parar de comer e acabar aos poucos com a sua vida? Vc já deve estar cansada de ouvir isso, mas há tempos venho aqui (não tenho ana e nem mia, sou só uma interessada pelo assunto) e nunca disse nada, é a primeira e a última vez, pq vejo que sua mente é doentia e não adianta querer te ajudar. Espero que saia dessa um dia."

"o cabelo também vai se embora com a anorexia". Tenho cabelo descolorido e colorido, não entendi o que escreveu acima. Eu sei que a anorexia enfraquece sim, mas tive sorte de não ser esse meu caso.
"você sabe que tem um problema, mas não leva seu tratamento a sério." E você entende de transtornos mentais? Porque pelo que vejo, não mesmo. Não é questão de só levar a sério, você tem que lutar com si mesma, a vontade de se deteriorar e se ajudar ao mesmo tempo.
"Se você não se ajudar, ninguém o fará." Verdade. Mas eu não to aqui pedindo ajuda de ninguém, estou? Só posto no meu blog o que passo, não tô me fazendo de vítima nem me fazendo menor aqui.
"Por que várias pessoas conseguem ser magras com uma alimentação equilibrada (carne branca, verduras e legumes) sem deixar de comer e você tem que parar de comer e acabar aos poucos com a sua vida?"Faço RA. Não faço nfs e sou contra eles, principalmente nf's longos.
"vejo que sua mente é doentia e não adianta querer te ajudar." Tem razão, a única que pode me ajudar sou eu mesma, mas depois de uma década lutando contra a própria imagem, você acaba se acostumando. E como citou "minha mente é doentia", não sou EU que decido isso, não basta eu usar a racionalidade pra isso.

Por que ninguém respeita vítimas de Transtorno Alimentar? Acham que todas fazem parte da modinha ana/mia? Acha que dizer "sai dessa" faz a pessoa melhorar? Tô CANSADA de pensamentos assim, baseados em nada. Já entrei e saí de tratamento e quando tenho recaída vem neguin me dizer "se tu tivesse forças sairia disso", não acham que eu me desprezo por ser assim, ser diferente e pensar em como meu corpo é feio?Por que ninguém respeita pacientes de transtornos mentais? Acham que depressão é preguiça, bipolaridade frescura, esquizofrenia idiotice, boderline loucura. 
A vontade que tenho é de xingar, mas pra não fazer isso resolvi escrever (mas a palavra ainda tá entalada aqui).
Espero que entendam a diferença entre quem tem um ta diagnosticado por psiquiatra de quem tem anorexia e bulimia porque acha "cool".

*e antes que pensem que só falo de dietas e afins, recebi esse comentário num post com fotos e fatos sobre cabelo.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Fotos do cabelo e sobre peso/corpo

Cansei do tratamento (sim, tava comendo bonitinho e tals), sem pesar, sem medir, 2 meses nisso. Não paro de olhar pro meu braço que aumentou - e não, não é distorção -, saber que ganhei peso... Chega, quero emagrecer o que puder até dezembro, fim de ano, não é uma meta, é mais um "plano" que fiz de perder até aquela data.
Partiu fazer dietas desenfreadas, exercícios exorbitantes e o que mais vier.
Abaixo fotos minhas, alguma alegria é ver que sou boa quando o assunto se trata de cabelos.



2011


Meu cabelo, pintado de rosa no fim de agosto.
Pintei com anilina rosa misturada com anilina vinho, ambas da Lacxe.


Em setembro, as fotos de cima mostram como ficou durante o mês
e nas fotos debaixo conforme foi desbotando.
Não retoquei nenhuma vez.


Descolorindo e como ficou depois da 1° e 4° descolorações.
Comecei dia 15/10 e terminei dia 19/10.


Resultado depois de 7 descolorações (entre descolorações e soap cap e muito tratamento.
Meu cabelo não ficou danificado, por incrível que pareça, só preciso fazer uma hidratação
simples porque passei 4 dias (de dom. a hoje, quarta) sem por nada nele. 



terça-feira, 22 de outubro de 2013

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Texto deprê

Noite suicida. (pensamentos)
Noite solitária. Noite confusa, fria e estranha, tal qual a autora.
Sentimento inóspito, vazio. Sem reflexo. Tristonho. Inadequado.
Cheio de dores e estalos. Alguma alegria? Momentos. Momentos de nostalgia e momentos de fracasso.
A passagem pra esperança é curta, já a passagem pro escuro é longa.
Bem longa.


Batimentos fracos, respiração também. Felicidade estampada, sorriso intacto. Realidade inacreditável, ao contrário do demonstrado.
Sorrisos vem e pensamentos também. Esses não se vão; aumentam.
Horas de esquecimento e gozo, numa hora esses acabam, e o que resta? -----

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Cansada de ser tratada mal

Não estou muito bem esses dias, em casa minha mãe só tem me tratado mal. Todo fim de semana saio pra ficar com meu namorado e quando volto ela fica de mau humor e mandando indiretas, dizendo que saio pra farrear, fazer p*rra nenhuma e não ajudo em nada (ajudar no que afinal? A única coisa que me permito fazer é lavar louça, pois TODA e QUALQUER outra coisa que faça em casa, antes mesmo de começar, ela já diz que está mal feito e reclama. Até quando lavo as MINHAS roupas ela reclama do tempo, que devia torcer mais, lavar melhor, etc etc).
Nessa semana tive a sorte de não encontrá-la em casa quando cheguei. Horas depois ela chegou da rua e já reclamando, como sempre. Mas ela ficou tanto mas tanto no meu pé que falei pra ela me respeitar. Ela riu e disse que eu não tinha direito de pedir respeito por ser inútil, imprestável, etc. Daí ela continuou falando e xingando a mim e a minha irmã Thaiane, só disse a ela "Se não gosta de mim, ok, só peço respeito. Não precisa ficar me xingando e mandando indireta não, só peço respeito, eu não te trato mal nem te xingo pra vc fazer isso." Daí quando ela falava algo como "tá, tá..." eu voltava e repetia, fiz isso mais de 5x até ela parar de fazer piadinha sempre que eu terminava de falar. Falei que não tinha culpa se ela tem problemas com o marido e quer descontar nos filhos, disse que eu não merecia chegar em casa e ver minha própria mãe me xingando e chamando a outra filha de vadia e puta se ela não é (mesmo que fosse). Então ela falou que eu não servia pra nada, etc, concordei e disse que já sei disso, mas ela não precisa ficar me agredindo e falando isso. Ela reclama muito pela questão de emprego tbm, ficou jogando isso na minha cara, sendo que a meses atrás disse a ela que não ia mais procurar pq ia fazer cursos (que estou até hoje, desde o fim de maio), ela vive falando que eu não consigo emprego pq não procuro (olha que já tive semanas de fazer 3 entrevistas no mesmo dia, correr de uma p outra). Como não ponho dinheiro na casa ela reclama.
Num momento ela falou que eu não servia pra nada, só disse "posso não ser nada pra vc mas sou importante pra milhares de pessoas", daí ficou falando que eu sou doente e se quiser melhoro.
Aff, to muito cansada de ficar aqui, não precisa me tratar com amor e melação, só me respeitar. Já passei 2 dias de cama, não comi, só fiquei triste e chorando, e ouvia ela falando que era preguiça e me xingando... Uma frase que nunca mais esqueci (mas esqueci quem foi que disse hehe) foi "Quando não nos sentimos bem na nossa própria casa, é porque há algo errado" (mais ou menos isso). Sempre pensei nisso. Tô sem falar com ela e tô curtindo isso, embora seja estranho ver alguém todo dia e não trocar nem um oi. E para aquelas pessoas que vão pensar em coisas positivas e sei lá o que: desculpem, mas eu não tenho uma relação de "comercial de margarina" com meus pais nem nunca tive. E deixo aqui o que digo pra quem me pergunta algo sobre família: Família não significa necessariamente pai, mãe, tio, avó. Você pode ter uma família de amigos, que vão te apoiar e ajudar até mais do que parentes.

E outra coisa: passei a vida sozinha (não literalmente, mas sozinha em relação a família), sempre tive forças pra situações complicadas e agi sozinha, só acho que cada um deve ter o mínimo de decência e respeitar o espaço do próximo.


Não percam meu outro post com links meus!: Just Ana: Links

Links

Só passando rapidinho pra deixar alguns links. Meu ask.fm (link aqui) e meu novo Tumblr (o antigo foi deletado) Furious Storm.
Outro dia ou outra hora passo aqui pra deixar um update mais pessoal ><

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Depressão: foto


"Você nunca diria 'É só câncer, supere' . Então por que tem gente que fala isso da depressão?"
Você questiona que alguém tenha diabetes até ver as seringas de insulina? Imagino que não. Então pare de falar bobeira para quem tem depressão.
Depressão é doença. É distúrbio na quantidade de neurotransmissores. Não é tristeza.
Pare de falar para a pessoa "levantar e sacudir a poeira". Isso não ajuda.

posted from Bloggeroid

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Você realmente sabe como se pesar?


A balança é um grande estímulo para a sua dieta, quando bem usada.


Mas você acha que é só subir nela e ver quanto o ponteiro está marcando? Não, não é bem assim. Você precisa aprender algumas regrinhas básicas para que o resultado seja válido. 
Vamos a elas.

Pergunta: qual a freqüência ideal para se pesar?

Resposta: uma vez por semana.
Por quê? Porque isso ajuda a estabelecer limites e disciplina na sua dieta, mas principalmente, leva a resultados reais. Pesar-se com muita freqüência pode levar a informações falsas, porque uma dieta segura é aquela em que você perde entre 1 e 2kg por semana, no máximo – a Dieta Nota 10 recomenda entre 1 e 1,5kg por semana. Pesar-se a todo instante pode fazer com que vários fatores extras, muitas vezes imperceptíveis, alterem o resultado.

Pergunta: onde se pesar?

Resposta: sempre na mesma balança, e de preferência, em casa.
Por quê? Porque a regulagem das balanças varia de uma para outra. Muitas coisas podem desregular uma balança (veja mais abaixo). Pense que balança é igual a relógio: nem todos marcam sempre a mesma hora.  Assim, se você se pesa em balanças diferentes, o resultado pode não ser verdadeiro. Se você puder, compre uma balança caseira, só para você. 

Pergunta: quando se pesar?

Resposta: de manhã cedo, sempre que possível.
Por quê? Por vários motivos: menos líquido acumulado no organismo; digestão já feita durante a noite; possibilidade de se pesar sem roupa, o que garante que o peso aferido é unicamente o do seu corpo. Em resumo, pela manhã você tem a oportunidade de se livrar de pesos extras: indo ao banheiro e pesando-se sem roupa.

Pergunta: quando não for possível pesar-se dessa forma, o que fazer?

Resposta: tente compensar as lacunas.
Por quê?  Porque só assim você poderá confiar no resultado e não se sentir desestimulado a continuar.
- Se você não tem balança em casa: escolha um local na rua que seja confiável (sempre o mesmo!), como uma boa farmácia, a balança da academia, a casa de um amigo que cuida bem do aparelho.
- Se você não pode se pesar sem roupa: escolha sempre a mesma roupa, ou ao menos o mesmo tipo de roupa. E que ela seja o mais leve possível. Tire o que puder (mesmo que esteja frio!):  procure ficar de manga curta, evite sapatos pesados como botas ou tênis (se der, fique descalço), deixe a bolsa de lado, retire acessórios como echarpes, casacos, etc.
- Se não puder ser pela manhã: escolha outro horário do dia e procure mantê-lo, mas evite estar com a bexiga ou o estômago cheio. A digestão influencia muito. 

Pergunta: devo considerar gramas ou quilos perdidos?

Resposta: considere apenas diferenças a partir de meio quilo - e, melhor ainda: a partir de 1 kg.
Por quê? Porque menos do que isso é indiferente numa dieta de emagrecimento. Para você ter uma idéia, ingerir uma daquelas garrafinhas de água de 300 ml aumenta seu peso em 300 gramas – a equivalência da água é 1 grama para cada 1ml.  O melhor de tudo, é, de fato, levar em conta cada quilo perdido.  Por isso é que a Dieta Nota 10 sugere: tenha a disciplina de se pesar a cada 7 dias, no mínimo. Considere resultados semanais. Pode ter certeza de que isso vai gerar menos ansiedade. 

Pergunta: quando o peso pode não ser real?

Resposta: muitas vezes!
Por quê?  Porque existem muitos fatores  que podem alterar seu peso:
- período pré-menstrual ou durante a menstruação. Nesses períodos, costuma-se reter muito líquido, o que pode resultar em até 2kg a mais. Procure se pesar a partir do terceiro ou quarto dia a partir do fim da menstruação.
- pesar-se pela manhã após um jantar com alimentos muito condimentados ou salgados. Curry, pimenta, shoyu, sal, molhos picantes, mostarda etc. Esses temperos, usados generosamente em determinados tipos de comida podem resultar em retenção de líquidos. Portanto, procure evitá-los na noite anterior.
 - pesar-se pela manhã após uma noite com vinho e bebidas destiladas. Mesmo problema: retenção de líquidos.
- pesar-se quando está com problemas de intestino preso. Ficar sem ir ao banheiro por muito tempo também aumenta, de forma irreal, seu peso. Procure sempre ingerir alimentos indicados para esse tipo de problema.
- pesar-se depois de suar muito. Se você suou demais na malhação, ou pegando muito sol na praia, ou derretendo na sauna, saiba que seu peso vai diminuir. Mas é só a sede bater que você vai ter que repor o líquido perdido, e seu peso vai voltar a ser o que era.
- pesar-se depois de ter iniciado (ou aumentado) atividade física que exija força muscular. Exercícios físicos que aumentam a massa magra (a musculatura), como ginástica localizada e musculação, podem criar uma falsa idéia de que seu peso não mudou ou, ainda que aumentou.  O ganho de músculos pode, assim, camuflar o emagrecimento.  E esse chamado ‘ganho de musculatura’ não significa necessariamente que seus músculos estejam aumentando visivelmente de tamanho, mas sim que eles estão ficando mais rijos (você está ficando menos flácido, eba!) e, portanto, mais pesados. 
Solução? Procure evitar pesar- se nesses momentos. Aguarde até tudo se normalizar e só então suba na balança outra vez.

 Até que ponto se pode confiar na balança? 

Bem, em média, são vendidas por mês cerca de dez mil unidades de balanças pessoais em todo o mundo. Prova de que o instrumento tem se tornado cada vez mais necessário e, portanto, mais confiável.  Quanto às tecnologias, são inúmeras. Vão desde a utilização de sensores - que recebem a pressão exercida sobre a plataforma e enviam para o circuito da balança o impulso que se transforma em peso - até o sistema de bioimpedância, que permite a mensuração de um maior número de variáveis como a gordura, água etc.  Mas você definitivamente não precisa de tudo isso. Basta ter uma balança confiável para chamar de sua. 

Texto retirado do blog No Body Perfect

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Então... você quer ser anoréxica?

Texto retirado do blog Wintergirl


Então...você acha que passar fome é um bom jeito de perder peso, não é? Acho que você leu muitos contos de fadas. Bem, este não é um deles. Nem os distúrbios alimentares o são. Eles são um INFERNO puro. Mas, visto que você quer um, vá em frente e prepare-se para um.
Mas eu vou deixar você saber exactamente o que lhe vai esperar.
Se isto não te faz perceber o quão estúpida você está sendo e que está tentando desenvolver um distúrbio alimentar, seja ele anorexia ou bulimia, então desejo-lhe sorte em se matar.
Porque é isso que você vai estar fazendo.

A coisa mais irónica sobre as pessoas que tentam perder peso passando fome é que metade do tempo não funciona. Aposto que você acha que vai acabar loucamente magra e bela, certo? Errado. Não vai ser linda. Uma coisa certa. Louca é parte do pacote. Sua cabeça não vai voltar a ser sua. Dê um beijo de despedida e espero que não desfrute disso.

Quando menos você comer, mais lento seu metabolismo fica. Você pode passar fome e passar fome e mal perder peso...ou você pode ter sorte: pode passar fome e passar fome e ganhar peso. O seu corpo "desliga" e o peso vai para lado nenhum. E mesmo você sem perder peso você vai VICIAR. Não vai poder parar.
Na altura que o seu corpo ficar desnutrido você vai estar longe de pensar "Ah..isto não está a resultar...vou voltar a comer". Não. Você vai ficar desesperada e comer menos e menos e exercitar mais e mais. Eventualmente, você vai deixar de se poder exercitar. Seus músculos vão parar de cooperar. Você vai entrar em pânico e tentar comer menos e menos para compensar o facto de não puder fazer exercício no seu cú.
Você mal vai estar comendo o suficiente para se manter viva mas você não pode parar. Não está funcionando e você não pode parar. E mesmo que funcione ou não, você não vai ver a verdade. Você nunca vai ver seu verdadeiro aspecto. Não importa o que aconteça você vai sempre achar que TEM de perder peso. No mínimo uns 40kgs. A verdade é que não importa se você pesa 70 ou 30kgs, você vai ser sempre gorda. Louca é o termo, certo? Você vai estar louca. Você pode ser daquelas que mal perde peso e você acha que por isso não está doente. Mentira.

Seu cabelo e pele vão ficar secos, seus dentes doloridos, sem período, seus ossos doendo, seus músculos causando cãibras...bem, não preciso continuar. Você quer isto, claro. Porque claro, você não vai ser assim. Você não vai ser uma falhada. Você vai ser magra e perfeita. Bem-sucedida. Linda.


Visto que você vai ganhar, porque não lhe digo o prémio hmmm?? Até é bom. Você vai ser magra. Você vai ser doentiamente magra. Suas costelas vão aparecer, os seus ossos da anca vão ser visíveis e pontiagudos. Mas você não vai ver isso. Você vai olhar no espelho e se ver gorda. Banhas de gordura, rolos. Você vai olhar para as garotas que pesam 20kg mais que você e perguntar porque não pode ser tão magra como elas. Você vai olhar no espelho todos os dias e jurar que ganhou, no mínimo, 10kgs. Todo o mundo vai ver você encolhendo, mas você não. Você nunca vai ver a verdade. Os outros vão, embora. Você vai ser doentiamente magra mas não vai ser bonita. Todos vêm isso menos você. Você vai estar encarando seu cú e perguntando quando você virou apenas gordura. Você não vai ser atraente. Não vai. Vai ter enormes círculos negros abaixo de seus olhos, olheiras. Sua pele vai ficar de um pálido pastoso com tons cinza. Maquilhagem não vai ajudar. Não vai, nem tente. Vai perder tempo. Tempo que podia ser utilizado no seu passatempo favorito: encarar a comida na despensa. Mas é claro que as pessoas não vão notar que você tem cor cinza, vão tomar mais atenção em suas olheiras e hematomas, pretos, azuis, verdes. Vai estar coberta deles.
Tudo em que você toque vai resultar num hematoma.
TUDO.

Tem um cabelo bonito?
Vai deixar de ter.
Vai tornar-se palha seca e sem brilho. Acha que condicionar vai ajudar? Não vai. Não vai e não faz sentido sequer você tentar. Você pode suavizar seu cabelo por um tempo (e gastar metade da embalagem, claro) mas não vai tornar seu cabelo melhor. Compre tintura para cabelo. Eu espero sinceramente que você não tenha um cabelo com uma cor legal porque vai deixar de ter. Sim...a cor do seu cabelo vai desaparecer. Talvez tenha alguns cabelos brancos ou cinzentos. Cinzento é uma cor bonita, não é? Eu prefiro gostar. Acho que o meu castanho acinzentado com um pouco do meu cabelo natural loiro adiciona...um pouco de dignidade no meu look, sabe?

Oh, falando de cabelo. Gosta de cabelo facial? Espero que sim. Você vai ter. Ah, e eu tenho umas costas encantadoras. Lindas. Na verdade, tenho cabelo sexy em todo o lado. Uhuhuh. é atraente. Todos os garotos adoram e todas as garotam querem. Têm inveja, sabe. Diga-lhes como: passando fome. Nem o vão tentar, sabe porquê? Porque não é inteligente nem saudável...não, oh espere. É porque elas são fracas. Não tão fortes como você.
Enquanto falamos seus músculos estão deteriorando e você nem consegue suportar um peso de 3kgs mas ainda é forte, né? Sim...porque você não precisa de comer. É verdadeira força, certo? Impedindo seu corpo de ter o combustível básico para sobreviver. Yep...inteligente e forte.

Aposto que você é daquelas garotas com lindas unhas naturais. Aquelas brilhantes que são tão compridas que todo o mundo acha que são falsas? Corta-as. Vá em frente e corte-as logo. Elas se vão partir brevemente de qualquer modo.

Beije seu novo cabelo cinzento também. Ele vai começar a cair por esta altura. Você vai ter de limpar o rale umas 6x durante o banho.

Ah, você também precisa de encontrar um jeito de jogar no lixo seus tampões e isso, para parecer que você os tem usado. Lembre-se de pedir à sua mãe tampões uma vez por mês. Ela não pode saber que ficou sem período. Pois você vai. Inevitável.
Espero que não tenha estado a fazer sexo porque você nunca vai saber se está grávida ou não. É melhor fazer o teste de semana a semana, ou isso. Mas sim...você ainda pode engravidar. Apesar de até isso poder acabar. Espero que não ame o bebé, porque tem mais hipóteses de o perder. Também é melhor que o perca porque os efeitos nos bebés dos distúrbios alimentares são horríveis. Assim você pode viver sabendo que seu filho morreu ou vai ter de passar a vida com alguma incapacidade por causa de você....mas valeu a pena para a magreza. Um pequeno preço a pagar pela perfeição, mesmo não sendo só você a pagar por isso. Quem precisa das suas faculdades mentais completas? Espero que seu filho não precise. Mas como já disse, isto tudo pode nunca vir a ser um problema: você pode mesmo ficar infértil. Nunca ter filhos. Oh...gravidez torna você gorda de qualquer jeito, não é?

Já que você é daquelas especiais, sabe? Anoréxicas/anorética, aposto que você adora água gelada. Despeje. Beba água morna, coca cola diet quente. Dói até demais beber bebidas geladas. Você está tendo dentes sensíveis a um novo nível. Esqueça aquelas pastas de dentes especias, embora. Não vão funcionar quando seus dentes estão morrendo lentamente por falta de vitaminas. Nunca gostei de dentes de qualquer jeito. Dentaduras são agradáveis.

Como você gosta de se sentar? Oh...gosta de pernas cruzadas? Hmm....que pena. Já não pode fazer isso. Suas pernas vão ficar dormentes até aos seus quadris. Dolorosamente dormentes. Não é como você estava acostumada: àquele formigueiro. Este dói. Um concelho: depois de as descruzar, apenas se sente. Não tente mover as pernas, ou bater para as "acordar". Má ideia...muito doloroso. Não se levante também. A não ser que gosto de entrar em colapso.

Desmaiar é comum. Não penso que você possa esconder isso. Sempre que você desmaie na sala em frente de sua mãe ou irmão eles vão perguntar-se porquê...e a menos que eles sejam idiotas vão perceber porquê...especialmente quando você está 7kgs abaixo de peso. Prepare-se para lhe encherem o saco: coma isto, coma aquilo, porque você está fazendo isto consigo mesma/o???

Você pode tentar fugir a isso e ir para o seu quarto. Pode se deitar na cama e morder seu lábio até sangrar. Porquê, você ainda pergunta?? Cãibras, claro! Devo de ter esquecido de mencionar as cãibras! Ohh, cãibras são legais, não é? Seus músculos em nós excruciantes. Você vai tentar massajar os nós...mas...não há nós. Você apenas sente que há. Não há nada que você possa fazer, nenhuma massagem. Apenas se deitar e tentar não gritar. Acredite em mim...você vai querer gritar. Mas claro, você pode esfregar e massajar, se isso fizer você se sentir melhor fingindo que há algo que você pode fazer. Mas tente não pensar nas cãibras. Pode ficar distraída por suas dores de cabeça. Tente tomar um reméd...oh espere, seu estômago está demasiado vazio. Vai fazer você vomitar em todo o lado.

Mas vale a pena, não é?  Tudo vale a pena: seu cabelo, unhas, ossos, músculos, filhos, sua família, tudo. Sacrifique tudo isso, jogue tudo fora. Você é magra agora, é tudo o que conta. Embora você nem sequer saiba que está magra.

Você provavelmente vai ter dores no peito, batimento irregular do coração. Isso é muito assustador, pois você não queria morrer, apenas ser magra. Mas lembre-se: você não pode contar. Contar é proibido. Pedir ajuda é para fracos.

Tem problemas com depressão? Agora você tem. Quanto menos come, mais deprimida você fica. Parte por falta de vitaminas, outra parte pelo adorável distúrbio alimentar, ou por hormonas. Tem problemas com insónias? Pois, você vai ter também. Vai estar sempre exausta, mas nunca vai adormecer. Quem precisa de dormir, de qualquer maneira?? Estar acordada queima mais calorias.

É boa aluna? Já não. Já não se vai poder concentrar. Sua cabeça não vai funcionar. Você só vai pensar em comida. Sua notas vão cair. Quer recuperar? Vai ter de deixar a escola. Reprovar soa bem para você?

Gosta de balada, sair com amigos, cinema, shopping? Vai deixar de gostar. Vai estar com muito medo que notem o quão obesa você é. Você agora não pode sair de casa sem se esconder em muita roupa, toneladas dela, pois morre de medo que notem o quão nojento seu corpo é. Ah, e você vai estar SEMPRE com frio. E vai tornar-se mais nervosa, agitada. Vai ter dificuldade em falar. Tem problemas com gagueira? Agora você tem. Nunca teve problemas com memória...agora tem. Vai se esquecer do que vai dizer muitas vezes. Adeus memória.

E você não pode sair com amigos de qualquer modo, imagine: e se seus amigos querem comer? Como você pode explicar que não quer pipocas? Como você pode explicar que vai estar do outro lado da mesa bebendo água ou um refrigerante diet ou petiscando uma salada enquanto todos comem hambúrgueres? Não pode. Nem pode dizer que está de dieta/regime, é segredo. E você estará magra demais para dizer que está de regime/dieta. E eles podem obrigar você a comer. Mas você não pode comer...Porque eles querem que você coma? É porque se importam? Claro que não, É PORQUE ELES QUEREM VOCÊ GORDA. Como se atrevem? Têm inveja; É isso, inveja - em breve você vai se aperceber que todo o mundo quer você gorda. Seus pais, amigos, amantes, professores. O mundo está contra você e eles querem você numa espiral de obesidade mórbida. Afaste-se deles. De todos. Eles não a compreendem. Você não pode perder isto. Sempre que eles querem que você coma ou recupere "por sua saúde" você sabe a verdade. Eles a odeiam e querem você GORDA. Afaste-os! Afaste todos os que você ama.
É o único jeito de algum dia você vir a ser magra.


Um dia isto vai acabar.
Um dia você morre ou recupera. Morte é mais fácil pois primeiramente você precisa de admitir que precisa de ajuda. Uma das coisas mais difíceis que algum dia você vai fazer. Talvez você diga à sua mãe. Ela pode apoiar bastante você, ela podia já saber. Ou ela podia achar que não era um verdadeiro problema. E depois você está por conta própria. Ou talvez você diga ao seu médico. Se você conta à sua mãe ela a vai levar a um médico. É o melhor. Você está salva, eles compreendem. Errado.
Ter uma licenciatura não garante que não sejam ignorantes. E falando de garantir, o seguro pode não cumprir doenças mentais. E os custos nos tratamentos de distúrbios alimentares são ultrajantes. Mesmo que você encontre um bom doutor, você pode não ter dinheiro para pagar.

Enquanto você está se recuperando, sua escola vai ter de saber. Os professores não vão compreender, os alunos vão saber e não vão compreender. Seus comentários vão doer. Eles vão fazer você gritar quando lhe perguntam porque não come. Talvez lhe chamem de gorda por diversão. Algumas vão admirar você e tentar se tornar anoréticas/anoréxicas também...mas então, você sabe como é. Você quis ser uma vez e agora você compreende o quão idiota foi. Agora você sabe, mas é tarde demais. Talvez você só quisesses ser magra, nunca anorética. Mas é tarde demais e ou você luta ou morre. E lutar é a coisa mais difícil que você alguma vez fez. Você vai pôr comida na sua boca, aquela nojenta, terrível comida. Você vai entrar em pânico e querer chorar. Talvez até chore. Talvez pire e cuspa a comida. Talvez se recuse a comer e ter um adorável tubo de alimentação no estômago.
Triggers estão por toda a parte, e você quer se matar mais do que qualquer coisa. Você prefere morrer a morder qualquer alimento.
Talvez você até se mate. Ou morra durante a recuperação, ou depois com problemas causados pelo seu distúrbio alimentar.

Depois de lutar por muito tempo, talvez se recupere- depois de recaídas e alturas em que você achava que ia morrer, você recupera. Demora um tempo. Mesmo que você coma bem por meses e meses o seu corpo ainda não está o mesmo de antes. E você se questiona se algum dia será. Talvez até volte a ser o mesmo, mas você nunca voltará a ser a mesma. Não. Será sempre uma parte de você, que nunca irá embora. Anos mais tarde ainda está com você. Por vezes você vai passar e se olhar no espelho e, do nada, ficar 100kgs mais gorda. Você vai abanar a cabeça e entrar em pânico, esperando essa imagem ir embora. Algo pode vir a acontecer e você perde o controlo: talvez você perca o emprego e você volte a passar fome. Você NUNCA MAIS será a mesma. Você vai ver um artigo sobre alguém com um distúrbio alimentar e vai começar a chorar, lembrando a dor. Não só falando de dor física, que foi a única que descrevi pois é a única que podemos chegar a uma definição mais ou menos certa. Não há palavras para a angústia. Nunca pode ser descrita. É inimaginável. Nunca irá sentir algo assim, uma dor tão cheia de auto-ódio, vulnerabilidade, terror, raiva, desolação...

PORQUÊ? Por que você quer isto?? PORQUÊ? Eu sei que, mesmo depois de ler isto, você está aí sentada querendo isto. Porquê? É isto que você quer? Isto é beleza? Você quer honestamente ser assim?? Isto é glamour? Controlo? Deixe-me dizer-lhe que você nunca vai estar mais fora de controlo do que com um distúrbio alimentar. Não vai controlar o que põe na sua boca. Nem nos seus pensamentos. Zero controlo. Nenhum.

Você acha que vai ser capaz de ter controlo e acabar com isto? Acha que é a ÚNICA pessoa na terra que tem controlo nisto?? Apenas parar?? Acha que pode fazer isto, emagrecer, ficar perfeita e parar?? ERRADO! Não funciona assim. Você quer MORRER? QUER? Acha que isto é bonito? Bonito querer emagrecer até desaparecer? Aposto que acha que isto é tragicamente lindo. Mas não há nada de bonito nisto. Quer atenção? Compre um novo eyeliner, dance nua na rua! Precisar de atenção é algo normal, mas há um inferno de maneiras melhores de a receber.

Você quer olhar na cara dos seus familiares e ver que os está a matar também? A culpa? Imagine então ver os seus filhos mantando-se. Imagine todos os dias temendo que eles morram, e que não há nada que possa fazer. SABENDO que eles estão se matando e SABENDO QUE NÃO PODE FAZER N-A-D-A. Mais culpa. Imagine temer que chegue a casa e os encontre mortos. Enquanto você passa fome você não pensa nisto, está demasiado absorvida. Ocupada demais com seu peso, calorias, comida. Você vai ver quando recuperar claramente e vai se odiar por ter feito isto a você própria e aos seus familiares.
Nem você merecia isto, nem eles.
Você terá de viver com isso, porque você não pode apagar as memórias..viver com isto é difícil.
Talvez com o tempo você se orgulhe de ter recuperado desta doença, mas será que sobrevive até lá?

Mas você sabe o quê? Auto ódio é a última das suas preocupações agora. Porque você assinou a sua própria sentença de morte. E você não se importa...ainda. Mas você vai se importar. E vai chorar, e a raiva e jurar que daria algo para voltar atrás. Mas é tarde demais.

Esta é a realidade da anorexia. Uma morte lenta. Não é como nos artigos de como e quão orgulho as pessoas sentem de quem superou a doença. Não é a beleza que você vê quando olha numa modelo linda. Não é nada como aquela garota popular que é magra por natureza. Não é nada como o que você viveu até agora.
Não a vai fazer feliz.

Beleza não é mudar o seu corpo.
Beleza é amar o seu corpo do jeito que ele é.
Não queria anorexia nem bulimia. Não é o jeito de lidar com a dor. Há muitas opções, procure-as.
Viva.
Quer ser anorética? Pense duas vezes. Este não é o único caminho.


Texto retirado do tumblr,
O autor/fonte original é desconhecida.
Título original: so...do you want to become anorexic?
Texto modificado por mim e traduzido na TOTALIDADE por mim.
Se usar, dê crédito.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Update - 08/10/2013


(Adorei essa imagem da Mary Kate e da Ashley Olsen)

Continuo sem saber meu peso, acho que vou me manter assim mais um mês. Preciso fazer algum exercício para afinar os braços, usava uma bola mas esta sumiu. Preciso caminhar também para afinar mais as coxas.
Me irritei a pouco com alguns comentários de uma pessoa em fotos e postagens minhas, alguns comentários “Devia estar a 7 palmos debaixo da terra“, “Esqueleto o vento leva“, “Sinistro“, etc, apaguei e bloqueei a pessoa. Não entendo o que passa na cabeça de alguém tão podre de alma pra xingar os outros sem motivo.
Tirando esse fato, tive um final de semana ótimo e terei uma semana agitada.
Se alguém quiser perguntar algo: ask.fm

posted from Bloggeroid

domingo, 6 de outubro de 2013

=[

E aí, como vão? A sensação de inutilidade é comprovada a cada dia e a cada momento pelas pessoas ao redor. Sou útil pra ouvir e aconselhar pessoas, nada mais. Sem habilidades pra coisa alguma. Desisti já.
Meu cabelo anda um lixo, tal qual meu rosto, que está mais marcado do que antes. O creme que usava acabou e só voltarei a usar, talvez, no fim do ano; não dá pra manter um tratamento facial assim, 1 semana depois do creme acabar e meu rosto já tem mais marcas que antes. Isso me faz lembrar de todos esses anos em que tive o cabelo grande e cobria meu rosto de tanto desgosto. Não para os outros ou por ninguém, por mim mesma. Só eu sei o quanto esse “detalhe“ me degrada cada vez mais.

posted from Bloggeroid

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Sentindo inútil

Tô me sentindo um lixo, mas por questões que nada tem a ver com corpo. Questões financeiras. Dívidas e falta de dinheiro. Nem dinheiro de passagem pra ver meu namorado tô conseguindo mais.
Com enorme esforço tô juntando moedas pra comprar alguma coisa. E só vejo como sou inútil pra qualquer coisa.

posted from Bloggeroid

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Intervenção

Isso mesmo, me fizeram uma intervenção.
Como aconteceu: estava andando na rua, numa rua próxima de casa, e uma mulher me gritou por várias vezes, até que tirei os fones de ouvido e me virei pra ver o que era.
A mulher me chamou, nova, 30 e poucos anos, trouxe a filha adolescente com ela. Disseram que me viram na reportagem e que queriam me ajudar.
Depois me levaram pra casa delas (admito que achei que iriam me evangelizar ou algo assim, ainda bem que não o fizeram), me mostraram a família e disseram que estavam preocupadas e que queriam me ajudar a procurar tratamento (como se eu nunca tivesse feito isso).
Então contaram um pouco da garota adolescente que citei (ela tinha um corpo bonito, magro e saudável -embora tivesse barriga- e um rosto lindo), a menina disse que se curou da anorexia, não paravam de falar isso, então perguntei o tempo que a menina teve anorexia: meses. E se curou. E acharam que é tão fácil quanto alguém com 11 anos de T.A. “se curar“.
Daí expliquei algumas coisas, a diferença entre quadro anoréxico e quadro bulímico de transtorno alimentar, sobre o frio que sentia pelo pouco tecido adiposo, dizer que eu comia (passei o dia bebendo água e comi 2 bananas à noite - ok, menti sobre o “comer“), disse que tava melhorando, enfim (não sei se estou melhor ou pior, parei de me pesar mas tô emagrecendo ainda, AMÉM).
Achei estranho tudo isso mas enfim... Só me pergunto uma coisa agora: fizeram essa intervenção pela minha saúde ou pela minha aparência? Vejamos, se fizeram isso pela questão da saúde eu até entendo MAS se fizeram pela questão do físico já dou um basta, de que adianta eu engordar só pra alegrar os outros e me sentir feito merda depois? Igual a questão do cabelo, devo mesmo ter um cabelo “normal“ só pra agradar a sociedade? E minha opinião e vontades, onde ficam?
Dia estranho. Muito.

posted from Bloggeroid

Seguidores