segunda-feira, 2 de junho de 2014

Vejam esse vídeo!

Ia fazer uma postagem sobre mim mas vi um vídeo que me tocou e espero que vocês sintam a emoção e tristeza dele assim como eu senti. "Inside Ana's head".

                            

7 comentários:

  1. Eu não sou muito fã dessas campanhas.
    As pessoas vêm isso e continuam julgando, menosprezando que é gordo e condenando os radicais.
    Sabe, nenhuma de nós escolheu isso.
    São essas pessoas, que julgam os outros pelo que são por fora que fizeram essa merda.
    Mas é claro, é tão divertido categorizar e excluir . O gordo ,o anoréxico, o bulímico e 'nós' ,os 'perfeitos'.
    Ps: Não sei seu percentual de gordura.Eu estava com 45 quilos e 7 % quando eles quiseram me internar,não pelos 45, mas pelos 7%. E eu tenho 1,65m. Quando bati os 40 ,fiz de tudo pra não ser examinada em hospital, pra não ser medicada, nem tocada. O hospital das clinicas não tinha vaga pra mim, por que, sem me examinar, eles não tinham como saber, já que eu não estava abaixo dos 40 ,minhas tias entraram no meio,culpando minha mãe por tudo.E minha mãe disse que não ia sujar mais o nome dela, não ia passar essa vergonha,me internado em clínica pra drogado(Por que pra ela aquilo era droga, não dieta)Foi um puteiro sem fim.
    E no final eles me amarraram na cama e me foderam em casa mesmo.E eu nem estava magra de verdade.
    Só tome cuidado,ok?
    Eu nem te conheço ,mas eu não quero ninguém morrendo assim. Com aquela sensação estranha no peito, de quem vai explodir de tanta angústia.Até hoje meu coração vive disparado, aquele nó na gargante, o frio e os tremores só de olhar pra comida.
    Se quiser reclamar da vida ,estamos ai.
    Até por que , não tenho mais nada pra contar da minha.
    :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa, q história hein, eu tbem já cheguei nos 40, o percentual de gordura não sei, mas tinha 1,70m, peguei uma pneumonia e tive q ficar em casa de cama por 10 dias tomando antibiótico, comendo e ouvindo as pessoas me xingarem de retardada.
      Eu odeio essas campanhas pelo mesmo motivo q vc, aff, dão mais motivo ainda pra ridicularizarem a gente, q raiva.
      Hoje eu to com 49kg e 1,73m, e fico incomodada o tempo todo com a minha barriga enorme q só eu vejo, ao me olhar no espelho os pensamentos são sempre os mesmos: "nossa, quanta gordura; q corpo mais horrível; eu não como quase nada pq continuo gorda assim?; eu preciso perder essa pança... Sem falar q eu não olho mais nada alem da barriga no espelho.
      É tão triste isso né? só quem já passou sabe

      Excluir
  2. Eu já tinha visto esse vídeo.É bem fácil chegar a esse ponto, todo cuidado é pouco.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Thalita.
    Vi esse vídeo alguns meses atrás, ano passado provavelmente, lembro que me deixou pensando um milhão de coisas... Não foi diferente agora, não sei ao certo o sentimento, mas o incômodo e a tristeza com o fato de que várias pessoas vivem assim é evidente. Ao mesmo tempo, acho que há uma certa generalização aí.
    Beijo, Loli.

    ResponderExcluir
  4. Oi Linda,
    Que vídeo triste, acho que o que todas nós queremos é ser magras no tanto que nos faz feliz. Mas acho que ficar doente é preocupante. Temos que nos cuidar sempre. Eu estou procurando vitaminas pra tomar pra garantir que não vou ficar anêmica.
    Vamos sempre com força e claro clareza pq morrer por um ideal de beleza não ta com nada.

    ResponderExcluir
  5. Oii :) Seguidora nova, em breve estarei com blog sobre ana&mia e afins e gostaria de contar com vc! Estarei te acompanhando a partir de agora e espero poder ajudar de alguma forma! Bjinhos

    ResponderExcluir

Seguidores