quarta-feira, 26 de março de 2014

16 dias

Faltam 16 dias para o ambulatório, só contando mesmo. Não sei se o problema sou eu ou o remédio que estou tomando, mas ando esquecendo algumas coisas e perdendo a noção de tempo e espaço; me dá um 'branco' e esqueço para onde estou indo e fazer o que, fora os momentos em que não tenho ideia de onde estou, mesmo estando em lugares habituais.
Sobre peso, ganhei 2kgs (43kg), descontei pensamentos negativos na comida e deu no que deu.
A depressão virou minha colega de quarto.

posted from Bloggeroid

sexta-feira, 21 de março de 2014

21/03/2014

Vim trabalhar bem atrasada, quase uma hora de atraso. Perdi a noção de tempo e de espaço, não sabia que horas eram nem onde estava, até compreender que precisava sair de casa... Minha desculpa foi "Perdi a hora", como ia explicar que não tinha ideia real do que estava a minha volta? Tomei 2 pílulas a mais do remédio, fiz isso pra ver se a noção de realidade chegaria mais rápido.
O ambulatório está marcado para o início de abril, não sei como reagir a isso mas espero que tudo se resolva bem. Vou pensar em roupas para usar no dia, assim me distraio, talvez.

posted from Bloggeroid

sexta-feira, 14 de março de 2014

Ambulatório

Passei por psiquiatras desde fevereiro para tratar a depressão, me encaminharam para o ambulatório para tratar mais a fundo. Também aumentaram minha dose do remédio, a qual eu tenho de comprar e é muito caro, não sei como arrumar dinheiro. Estou imaginando como será o ambulatório, já que eu não tenho ideia do que fazem lá. Estão desconfiando de que eu tenha ansiedade também, por isso (e pelos surtos depressivos que não diminuíram) aumentaram a dose.




sábado, 8 de março de 2014

Sanity

Cansaço, mas o trabalho vale a pena. A vida vai bem. Vida amorosa também. Só minha mente que não, não enxergo mais como eu deveria ser. A balança me mostra números que minha mente discorda. Não adianta mais me medir, a fita métrica mede o que o espelho distorce. Minha mente é um labirinto com muitos caminhos os quais não parecem levar a lugar algum. O caminho final está quebrado, médicos me disseram. Podem consertar e "asfaltar" por um tempo mas sempre surgirão buracos que deixam a sanidade escapar.

Seguidores