domingo, 29 de junho de 2014

Ego (por falta de título melhor)

Só queria escrever. Sei que já se passa das cinco da manhã, mas isso não importa, estou sem sono. Tive um dia atarefado e estressante hoje no trabalho com alguns colegas que acordam com o pé esquerdo e querem descontar em quem não tem nada a ver. Enfim, a vida tem disso, acho que pra testar se somos ou não pacientes com nós mesmos. Escuto Beyonce ao fundo, Ego. Ego, engraçado como há pessoas que tem muito ego, tanto que acaba atrapalhando os demais em volta. Penso cada vez mais no que fazer depois do trabalho. Gosto de lá, muito, mas sei que não posso ficar lá para sempre, meu corpo não aguenta o esforço físico. Apesar de ganhar quase 2 salários mínimos, meu corpo já está me abandonando, preciso procurar algum outro emprego em que uma anoréxica tenha menos chances de ter um ataque do coração.
Por falar em ataques, não sei se é o efeito da pausa do antidepressivo Exodus ou se é algo que nada tem a ver com isso. Tenho sentido choques na cabeça todo o tempo, nas duas últimas semanas os choques aumentaram (ficaram mais fortes) e mais frequentes, e agora os sinto simultaneamente pelo corpo todo. Além de sensações de fraqueza e de desmaios. Também tenho muita falta de ar e palpitações fortes no coração durante o dia todo. Uma amiga também sente o mesmo, mas ela não toma esse medicamento e sim, ela também é anoréxica. Algum médico aí de plantão?

Só isso por enquanto. Até logo.

terça-feira, 24 de junho de 2014

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Vampira

Esses últimos dias tem sido estressantes pra mim, com aparência e tudo mais. Não sabe como é frustrante pintar o cabelo e abrir mão do colorido, passar por períodos sem dinheiro pra comprar um book e ver seu rosto mudando e seu corpo também, ver que não tem mais aquela cor que tinha antes, deixar seu bem estar de lado já que mais nada te agrada, pensar demasiadamente nos outros e passar mal todos os dias. Tô cansada, fisicamente falando.
Parece que há algo dentro de mim que me suga; todos os dias quando saio do trabalho me olho no espelho e me sinto como uma vampira em abstinência (dizem que vampiros quando não bebem sangue ficam pálidos, com expressão de cansaço). A vida está me sugando, na verdade muita coisa está. Tenho tido tantas preocupações e no final percebo que sempre estou sozinha e que, infelizmente, não posso deixar o dia de todos bem. Isso me frusta. Se pudesse tirar minha alegria para dar a outras pessoas assim o faria. Não me importo mais comigo, tanto faz.
Minha mente... Minha mente virou um âmbito de loucura e desespero. Estava indo tudo tão bem até que a vida deu uma reviravolta e me jogou pra debaixo de um ônibus. Um ônibus que não tem destino certo.






Fotos sem make.


No final de tudo é apenas eu. Por mais que digam o contrário, tenho que passar por toda essa turbulência sozinha.
Que fome sinto agora... São quase uma e meia da tarde, não como nada desde ontem. Verei se tem algo que me agrada na cozinha. Apesar da fome que sinto esses dias, a vontade de comer parece pouco existir. Meu corpo pede por algo que não consigo entender, um descanso talvez, descanso de mim, desse monstro horrendo que não é mais metafórico e sim real.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Fotos, fotinhas...

Pequena atualização. Vídeo do dia 21 de maio. Me sentindo legal nas fotos. =]




Foto do jantar de dia dos namorados: peito de frango, risoto vegetariano,
carne de soja, salada, creme de abóbora.
Entrada: canapés de tomate, queijo, manjericão e cebola.
Acompanhamento: vinho tinto bordô.


Estava muito bom, só pra acrescentar. ;)

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Dia dos namorados

Estou felizinha, fui chamada por um colega de trabalho de "palitinho de fósforo" por causa do cabelo escuro. Pra uns isso seria um desaforo mas pra quem é anoréxica isso é uma frase de "você está magra".
Ontem comemorei o dia dos namorados com meus dois namorados, foi feito um jantar especial, light e vegetariano para nós, com um copo de vinho para acompanhar. Tudo muito delicioso e prático. A noite foi fria, agora já faz sol e um certo calor, veremos qual clima teremos ao entardecer. Hoje começa a Copa do Mundo e só estou me importando com o movimento de clientes onde trabalho; gosto de lá.

Estou sem me pesar a uns dias, devo estar com 42kg agora. Vesti uma calça a qual não vestia a meses e ela não entra no meu quadril, por outro lado está muito folgada na perna, cabem 2 joelhos meus no mesmo lugar, e olha que já mandei essa mesma calça pra costureira ajustar. Por um lado ruim, por outro bom. Não sei se fico furiosa ou contente com isso. Minha barriga diminuiu, tal qual minhas pernas, e meus braços recentemente afinaram depois que iniciei o tratamento.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Escitalopram, psoríase e dinheiro

O remédio tem me feito um efeito absurdo, o tal Exodus (oxalato de escitalopram). Infelizmente acho que vou parar de tomá-lo, já que perdi as últimas consultas e será bem difícil remarcá-las. Por outro lado, há clínicas perto da minha nova casa, a esperança de continuar o tratamento continua.
A situação tem sido difícil na casa dos meus pais, meu pai ficou doente e parou de trabalhar, tenho que sustentar 2 casas. Mesmo dando dinheiro pra minha mãe ela reclama por eu dizer que estou "zerada", sem grana (o que não é mentira), tive de comprar coisas novas pra minha nova casa, dei dinheiro a ela, ajudei a zerar uma dívida que ela tinha e mesmo assim ela inda quer mais, mesmo eu não tendo de onde tirar. Ela não é abusiva, de verdade precisamos de coisas (tem ela, meu pai, 3 irmãos...) mas tá difícil. Uuumm...
Planejo fazer um book esse mês MAS algo triste me aconteceu. Pra quem não sabe, tenho psóríase (comumente chamado como "pano branco") quase imperceptível, até porque tenho manchas nas pernas e bunda, partes que ficam escondidas na roupa. Percebi que agora estão aparecendo no rosto, em pontos bem pequenos mas estão, isso me deixa tão pra baixo... Tô usando maquiagem pra camuflar, além de voltar ao uso de protetor solar e outro remédio pra ajudar, já que psoríase não tem cura. Espero ter uma melhora nesse aspecto.

Outra coisa que ainda não disse aqui é que estou namorando duas pessoas, um rapaz (meu namorado há mais de 1 ano) e uma garota, a qual tem diversos problemas psiquiátricos, entre eles anorexia e bulimia.
Ela vem ficando cada dia mais linda, apesar de algumas vezes incomodar os constantes nf's dela. Nosso último encontro foi uma mistura de decepção, choro, alegria, raiva, chateação, culpa e outros adjetivos. Os dois acabaram se envolvendo tanto, gostaria muito de dizer à vocês mas não posso expor aqui, só digo que tudo veio á tona, o que era pra ser dito foi dito. Agora estamos os três bem e aguardamos o dia dos namorados, quero gravar a troca de presentes o/

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Tatuagem nova!

Tinha um post pronto mas não tive tempo de postar (posto depois, sobre o remédio que estou tomando e os seus efeitos).
Há tempos procuro uma tatuagem que me lembre a Isabelle Caro, modelo francesa que morreu de anorexia; ela é minha inspiração pois mostrava os efeitos da doença e fazia entrevistas alertando os perigos... Enfim, sempre procurei algo "anoréxico" mas nunca obtive resultados ou algo que me agradasse, até essa semana. Aproveitei e fiz mais uma no braço "o creative love", ambas tatuadas pelo meu namorado. A foto da boneca anoréxica com muito custo achei na web, quando ele viu disse "Ela ainda está gorda, posso deixá-la mais anoréxica se você quiser". Aí está o resultado.
Ps. Depois posto uma foto melhor da tattoo do braço. Inchou MUITO, me sinto um marinheiro hehehhe.
Está começando a desinchar agora. 
Ps2. Fiz a do braço quarta-feira (04/06) e a da perna quinta-feira (05/06).


Calça nova que comprei, adorei a estampa *-*

Tatuagem feita no braço direito

Desenho original + tatuagem finalizada

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Vejam esse vídeo!

Ia fazer uma postagem sobre mim mas vi um vídeo que me tocou e espero que vocês sintam a emoção e tristeza dele assim como eu senti. "Inside Ana's head".

                            

Seguidores